Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Aeronave da Azul no aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais (PR)
Aeronave da Azul no aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais (PR)| Foto: Albari Rosa/ Arquivo/ Gazeta do Povo

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Bolsa de Valores do Brasil (B3) realizam nesta quarta-feira (7) o leilão de concessão dos 22 aeroportos dos blocos Norte, Central e Sul. Serão leiloados quatro terminais no Paraná: o Afonso Pena, localizado em São José dos Pinhais, o Bacacheri, em Curitiba, o José Richa, em Londrina, e o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu.

CADASTRE-SE e receba notícias de Paraná pelo celular

O bloco Sul inclui também os aeroportos de Navegantes, Joinville (SC), Pelotas, Uruguaiana e Bagé (RS). Para o Afonso Pena, a previsão é de R$ 585,9 milhões de investimentos durante os 30 anos de concessão; para o Bacacheri, de R$ 43,7 milhões; para Foz do Iguaçu, foram estimados R$ 512,3 milhões; e para Londrina, R$ 193 milhões.

No bloco Norte, estão incluídos os terminais de Manaus, Porto Velho, Rio Branco, Cruzeiro do Sul (AC), Tabatinga (AM), Tefé (AM) e Boa Vista. No Central, serão leiloados os aeroportos de Goiânia, São Luís, Teresina, Palmas, Petrolina (PE) e Imperatriz (MA).

O leilão será na B3, em São Paulo, a partir das 10 horas. Devido às medidas sanitárias de enfrentamento à pandemia de Covid-19, o acesso será restrito aos proponentes e a participantes previamente inscritos. A sessão pública do leilão poderá ser acompanhada pelo canal oficial da Anac no YouTube.

O leilão chegou a ser suspenso no final de março por liminar da 3ª Vara Federal de Itajaí (SC), mas a data foi mantida por decisão do presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Victor Luiz dos Santos Laus.

7 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]