Nova remessa de vacinas ao Paraná inclui doses para policiais
| Foto: Jose Fernando Ogura/AEN

O Paraná recebeu nesta quinta-feira (1º) o 11° lote de vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde, com 525.450 doses. E, embora os idosos ainda estejam na fila da vacinação, o Ministério da Saúde informou que parte destas doses já é destinada a trabalhadores da força de segurança. São 2.277 doses para o início da vacinação da categoria de forças de segurança e salvamento e forças armadas, que incluem policiais, guardas municipais e militares. A expectativa do governo estadual é iniciar a vacinação deles neste domingo (4), mas ainda não há detalhes.

As principais notícias do Paraná pelo WhatsApp

O secretário da Segurança Pública do Paraná, coronel Romulo Marinho Soares, explicou que a ideia é priorizar aqueles que atuam diretamente nas ações relacionadas à Covid-19. “Agora vamos nos reunir para decidir o fluxo de quem será vacinado neste primeiro momento. Devemos receber mais doses ao longo de abril para avançar na vacinação deste grupo”, afirmou ele.

Pelo plano estadual de vacinação, o grupo das forças de segurança e salvamento é formado por 22.853 pessoas; já o grupo das forças armadas tem 14.222 pessoas.

A antecipação do grupo das forças de segurança e salvamento e armadas na ordem da fila foi uma decisão do Ministério da Saúde. Em entrevista à imprensa, o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, disse nesta quinta-feira (1) que “fomos um pouco surpreendidos”, mas lembrou que os policiais já tinham sido incluídos no grupo prioritário, que é formado por um total de 4.635.123 pessoas.

Na terça-feira (30), o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), também havia indicado mudanças no plano estadual de vacinação, mas, segundo ele, a ideia era antecipar a vacina para policiais e professores após os idosos. Depois, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) deu nova informação, explicando que policiais e professores seriam vacinados junto com as pessoas que apresentam alguma comorbidade, de forma simultânea.

Nenhuma atualização foi formalmente feita pelo governo paranaense até agora no plano original da vacinação, um documento que serve de base para os municípios se organizarem e definirem seus próprios cronogramas.

A Sesa não tem uma previsão de quando exatamente chegarão novas doses, mas as remessas do Ministério da Saúde têm acontecido semanalmente. Com a nova remessa, o Paraná soma 2.253.300 vacinas.

Distribuição

No total, chegaram nesta quinta-feira (1) 492.200 doses da Coronavac, produzida pela Sinovac e Instituto Butantan, e 33.250 doses da Covishield, produzida pela Universidade de Oxford com AstraZeneca e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Foi o maior lote desde o início da campanha da vacinação. Mas a maior parte desta remessa é para garantir a segunda dose: do total de 525.450 doses, apenas 7.832 são para a primeira aplicação.

As doses da Covidshield são destinadas ao reforço do grupo dos trabalhadores de saúde. Já a Coronavac é destinada a cinco grupos prioritários. Três deles receberão doses de reforço: trabalhadores de saúde (21.212 doses), pessoas de 75 a 79 anos (186.137 doses) e pessoas de 70 a 74 anos (253.550 doses). A outra parcela se destina à continuação da vacinação de pessoas entre 65 e 69 anos e ao início da vacinação dos trabalhadores de segurança.

A remessa de Coronavac destina 5.555 doses à primeira aplicação de pessoas de 65 a 69 anos e 2.277 doses ao início da vacinação da categoria de forças de segurança e salvamento e forças armadas, que incluem policiais, guardas municipais e militares. Cerca de 5% das doses recebidas no lote são destinadas à reserva técnica. Segundo a Sesa, todas as estimativas populacionais e os quantitativos de doses são feitos pelo Ministério da Saúde.

As doses chegaram na manhã desta quinta-feira ao Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, e foram encaminhadas para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), onde serão organizadas e conferidas para o envio às 22 Regionais do Estado. A distribuição deve acontecer nesta sexta-feira (2).

5 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]