i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Medicamento controverso

Mesmo sem definir protocolo, municípios investem milhões em compra de ivermectina

  • 13/07/2020 19:44
ivermectina
Ivermectina: postagens em redes sociais sugerem medicação para tratar Covid-19. Anvisa refuta uso.| Foto:

Paranaguá, no litoral do estado, adquiriu, na última semana, 1,4 milhão de doses do antiparasitário ivermectina. O investimento de R$ 3 milhões na droga vem antes mesmo de uma adesão do município a um protocolo de tratamento preventivo à Covid-19 com o medicamento, que ainda não tem sua eficácia comprovada cientificamente. Grupos de médicos no Brasil e no mundo, no entanto, vêm fazendo uso de remédios como a ivermectina nas primeiras fases do tratamento da Covid-19 e defendem sua adoção em protocolos de saúde pública, baseados em estudos empíricos.

RECEBA notícias pelo Whatsapp

Além de Paranaguá, outros municípios paranaenses já fornecem o medicamento ou estudam sua inclusão no enfrentamento da pandemia causada pelo novo coronavírus. Ponta Grossa, um deles, já tem até protocolo pronto para “introduzi-lo no momento epidemiológico mais adequado”.

Por outro lado, a prefeitura de Curitiba e a Secretaria de Estado de Saúde refutam tal uso, também não recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Compra antecipada

Em respostas por email à Gazeta do Povo, a prefeitura de Paranaguá informou que a Secretaria Municipal de Saúde ainda não definiu o protocolo, os critérios de distribuição e o público alvo, mas que decidiu pela aquisição deste grande lote da droga (o município tem pouco mais de 150 mil habitantes) por conta da potencialidade mostrada pela ivermectina de conter a disseminação do vírus nas células.

“Os estudos in vitro demonstraram a redução da disseminação do vírus nas células o que é de grande importância para evitar o agravamento da doença. Muitas cidades têm usado a ivermectina e relatado bons resultados na diminuição de casos agravados da doença”, alegou a prefeitura, que lembrou que o comunicado da Anvisa não recomendou mas, também, não contra-indicou o antiparasitário.

“A Anvisa recentemente lançou nota em que apesar de não haver comprovação de sua eficácia, também não há estudos que refutem seu uso. É importante salientar que não temos a expectativa de cura ou de utilizar a ivermectina como um tratamento milagroso ou mesmo uma vacina contra a Covid-19. Nosso intuito é diminuir os casos agravados da doença”, respondeu o município.

A prefeitura de Paranaguá destacou, ainda, que os R$ 3 milhões investidos na aquisição do remédio, com indicação terapêutica para o tratamento de piolho e sarna, não compromete o orçamento do município no combate à pandemia.

“Ressaltamos que, até o momento não há qualquer medicamento com estudo finalizado e comprovadamente eficaz. O município tem investido em Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e insumos e entregou o Centro de Referência Covid-19 (Hospital de Campanha) com atendimentos ambulatoriais e leitos intermediários. Cedeu ao Hospital Regional do Litoral (casa hospitalar estadual de referência a atendimentos da Covid-19) três respiradores para auxiliar no atendimento aos pacientes, entre outros investimentos. A ivermectina é uma tentativa de minimizar os efeitos agravados da doença”, diz.

Ponta Grossa com protocolo pronto

Ponta Grossa, nos Campos Gerais, está em fase de validação de seu protocolo de tratamento precoce da Covid-19, semelhante ao defendido por um grupo de cerca de 300 médicos paranaenses que apresentaram a proposta ao governo do estado e à Assembleia Legislativa na última semana.

O protocolo prevê a utilização de ivermectina de forma preventiva e a utilização de cloroquina na manifestação dos primeiros sintomas da doença. O secretário-adjunto da Fundação de Saúde de Ponta Grossa, Rodrigo Manjabosco, explica que a proposta ainda será avaliada pelo Núcleo de Protocolo da fundação antes de ser validado. “E, a partir disso, ser startado no momento epidemiológico mais adequado”, disse.

Ele citou que o município planeja ter todas as orientações sobre a administração das drogas, dosagens e associações à disposição dos médicos da cidade para que prescrevam com segurança o tratamento caso avaliem ser interessante, principalmente se o número de casos e a ocupação de leitos crescer de uma maneira mais acelerada em algum momento na cidade.

“Estamos em uma situação mais confortável que a maioria das cidades do estado, mas estamos nos antecipando para caso tivermos um aumento abrupto de casos e uma saturação de leitos, já que há indícios de esse tratamento diminuir o número de internamentos”, diz.

Manjabosco explica que o protocolo será orientativo, sem impor a obrigatoriedade e nem autorizar a livre prescrição. “Como não existe consenso, nem afirmação favorável e nem desfavorável, fica a critério da avaliação do médico e do paciente, caso a caso”. Assim, ele reconhece que haverá uma necessidade de aquisição de doses extras da ivermectina, que é já fornecida pelo Sistema Único de Saúde para as doenças com indicação na bula, mas não sabe precisar a quantidade, pois não há como medir a demanda.

O secretário reconhece a ausência de comprovação científica da efetividade do tratamento. “Evidente que não tem uma base de evidência científica validada em nível A. São estudos observacionais de quem já fez uso e os resultados encontrados. Há certa discrepância de resultados e discussão sobre efetividade e entendemos que não vai ser sanado neste ano. Mas não queremos, no próximo ano, olhar para o passado e pensar que perdemos a oportunidade de salvar vidas”, concluiu.

Representante do grupo de médicos que defende o tratamento precoce, o cirurgião Dorival Ricci Cunha Junior, que aplica o protocolo em Paraíso do Norte, diz que outras cidades estudam adesão à forma de tratamento e revelou que cedeu à Secretaria Municipal de Saúde de Londrina 380 tratamentos para serem utilizados, inicialmente, em uma unidade de saúde da cidade.

Procurada pela Gazeta do Povo, a prefeitura de Londrina respondeu que, no município, “estão sendo disponibilizados os medicamentos para tratamento precoce, desde que com autorização médica”.

Estado e Curitiba não aderem

Dorival Ricci Cunha Junior debateu o tratamento precoce na última quinta-feira, na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), em sessão virtual que contou com a presença do presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, Clovis Arns da Cunha. Ele destacou a ausência de qualquer comprovação científica de eficácia das drogas sugeridas para o tratamento precoce (ivermectina, hidroxicloroquina, cloroquina e azitromicina). Salientou também que, no caso da ivermectina, apesar de o antiparasitário conseguir, em laboratório, conter a reprodução viral, o que também já fora comprovado para vírus como o da dengue e, até, o HIV, a dose necessária para que a droga fosse efetiva em humanos teria que ser mais de 100 vezes maior que a utilizada para sarna. Isso seria uma dosagem tóxica e, até, fatal.

“Eu ficaria muito triste se houvesse manifestação de qualquer governante para gastar dinheiro público em remédio que não funciona, que não tem base científica e que tem efeito colateral, enquanto falta recursos para respirador, falta sedativo nos hospitais”, declarou o presidente da SBI na ocasião.

O grupo de médicos que defende o tratamento precoce também foi recebido pelo secretário estadual de Saúde, Beto Preto, na última semana. O secretário recebeu a proposta de protocolo e prometeu colocá-la em análise por sua equipe técnica. Nesta segunda-feira, a Secretaria respondeu à reportagem que, “ainda sem uma vacina ou um remédio específico, a melhor forma de combater e prevenir a Covid-19 é o distanciamento social e o isolamento domiciliar”.

A infectologista da Prefeitura Municipal de Curitiba, Marion Burger, também posicionou-se contra a adoção do protocolo pelo município. “As medidas de isolamento e prevenção são hoje a única comprovação científica que temos para evitar novas infecções. Não existe vacina e não existe nenhum remédio comprovadamente eficaz contra a replicação do vírus. Os remédios que estão noticiados foram comprovadamente eficazes in vitro, em cultivo de células e não funcionaram em todos os estudos clínicos sérios realizados, comparando pacientes que tomaram e que não tomaram a medicação”, disse, na última quarta-feira, em live para anunciar o boletim diário do coronavírus na cidade.

“Eu, como médica, não prescrevo nenhum desses antivirais, nem ivermectina, nem azitromicina, nem hidroxicloroquina, nem cloroquina. Porque eu me baseio naquilo que tem evidência científica, assim como a maioria dos meus colegas, que respeitam a ciência e esperam realmente, como todos nós, que logo se tenha uma medicação eficaz também na fase inicial da doença, o que, até agora, não existe. Quem quiser tomar esses remédios vai ter que procurar um médico que receite”, disse.

27 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 27 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    MARIZA DIOGO COUTINHO

    ± 2 horas

    Marion Burger = OMS = grau de confiabilidade ZERO DEMITAM ESSES PERSONAGENS QUE TORCEM PELO VIRUS E SÃO PAGOS (muito bem pagos) POR NÓS.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MARIZA DIOGO COUTINHO

    ± 2 horas

    Marion Burger = OMS = grau de confiançã ZERO

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Paula A S

    ± 2 dias

    O pior de tudo isso, fora a roubalheira; é o cinismo dessa corja de políticos, pois se forem contaminados pelo vírus, aposto que é a primeira medicação que irão pedir ao médico!!! Como aquele safado de São Paulo, David Uip!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jorge Dias

    ± 2 dias

    para béns

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    WILSON

    ± 2 dias

    ESTÃO CADA VEZ MAIS VERGONHOSAMENTE ESCANCARADOS OS INTERESSES ECONÔMICOS EM PROCURAR IMPEDIR ,POR TODOS OS MEIOS , O USO DOS MEDICAMENTOS PREVENTIVOS E DE TRATAMENTO PRECOCE DA COVID . QUANTO SERÁ QUE OS NOSSOS VIRTUOSOS POLÍTICOS MUNICIPAIS VÃO RECEBER DOS HOSPITAIS E EMPRESAS AFINS PARA O CAIXA DA CAMPANHA ELEITORAL ? CADA CONTAMINADO QUE VOLTA PARA CASA COM O KIT DE TRATAMENTO PRECOCE E SE CURA EM TRÊS DIAS DEIXA DE USAR SEMANAS DE INTERNAMENTO HOSPITALAR . COM UM CUSTO EM TORNO R$50,00 ELE IMPEDE O HOSPITAL DE FATURAR DE R$5.000,00 PARA MAIS !!1 DEU PARA ENTENDER ??? O JOGO É MUITO BRUTO !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Alderijo Bonache

    ± 2 dias

    Tínhamos a famosa indústria da seca no NE, que enriquecia o oligarquia feudal alí habitante, agora surgiu a nova modalidade para os políticos espertalhõs se enriquecerem com a sinistra pandemia do Coronavírus!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Carlos Eduardo D'Amico

    ± 2 dias

    Obviamente não haverá de pronto um medicamento com "estudos científicos" que combata a Covid. No entanto, existe um sem números de médicos que defendem a profilaxia com o uso da Ivermectina. Coincidentemente todos que refutam essa possibilidade possuem cargos políticos ou são ligados ao Estado. Estes querem tirar o seu da reta, simples assim. Tem um banco que está fazendo uma propaganda dizendo: "podemos errar, podemos acertar, mas de braços cruzados não vamos ficar". Eu não fico!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rogério R

    ± 2 dias

    Enquanto uns trabalham para salvar Vidas com Ivermectina, Hidroxicloroquina ou qualquer remédio que dê bons resultados, outros trabalham para "salvar o vírus"! É impressionante como ao menor sinal de um medicamento que pode ajudar a diminuir o sofrimento ou mortes dos infectados com segurança e baixo custo, surge uma multidão para declarar a falta de "comprovação científica" e os "riscos" a saúde. Se amanhã descobrirem que tomar água diminui as contaminações e óbitos, "aparecerá imediatamente" uma enxurrada de efeitos colaterais da água e a partir daí água só com receita médica!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • R

      rdi

      ± 1 dias

      Água é ainda mais barato. Vende em qualquer lugar e quase nunca causa algum efeito colateral. 100% dos curados usaram. Pode ser usado preventivamente também: TODOS que não se contaminaram bebiam água.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Sérgio Guerra

    ± 2 dias

    Este vermicida foi indicado por um médico que disse que grande parte do corpo clinico aqui de Curitiba esta utilizando este medicamento Se eles estao usando .... quem sou eu para nao usar.... isto a reportagem nao fala. E tbm tem o.seguinte é só um.paliativo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • A

      Alderijo Bonache

      ± 2 dias

      Ah sim, um artista espalhou que os médicos estavam usando este tipo de medicamento e daí num efeito manada, todos passaram a adquirir tal medicamento! Simples assim!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Adriano

    ± 2 dias

    Tem gente ganhando muito dinheiro com essa história de pandemia e não tem interesse que acabe logo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • U

    uederfo

    ± 2 dias

    Estamos numa guerra contra esse vírus , mesmo não tendo comprovação cientifica , porém , existem muitas evidências de resultados positivos da Ivermectina , ( a Marinha do Brasil usa como profilaxia para os seus médicos ) o uso dela como profilaxia não anula as medidas de distanciamento social e uso de máscaras e etc , espero que as autoridades de Curitiba revejam suas posições .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    marcello r

    ± 2 dias

    Devem ficar registrafascas as falas e ações desta medica da Prefeitura de curitiba para ser posteriormente processada.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz Carlos Giublin Junior

    ± 2 dias

    Não consigo entender. Existem remédios (hidroxicloroquina e ivermectina) que são prescritos a décadas, são baratos, tem pequeno histórico de efeitos colaterais e, antes dessa maluquice toda eram vendidos em farmácia sem receita. Pois bem, eu não sei (mas ninguém sabe) o que eles podem fazer contra o vírus. Só se sabe uma coisa, mal não vão fazer, respeitados os protocolos. Mas algumas autoridades se mostram insensíveis e não disponibilizam a medicação para pacientes do SUS. Estão criando uma discriminação contra esses brasileiros que não tem plano de saúde. Neste caso fico com o médico americano Vladimir Zelenko: "prefiro viver empiricamente a morrer cientificamente".

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • R

      rdi

      ± 2 dias

      Água é ainda mais barato. Vende em qualquer lugar e quase nunca causa algum efeito colateral. 100% dos curados usaram. Pode ser usado preventivamente também: TODOS que não se contaminaram bebiam água. Mas a indústria da doença não quer que a população saiba.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Stingray

    ± 2 dias

    Tem que comparar o aumento percentual de casos graves e mortes em Curitiba e Cascavel (uma cidade adotou agora o procedimento precoce e a outra não).

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Stingray

    ± 2 dias

    Tem que comparar o aumento percentual de casos graves e mortes em Curitiba e Cascavel (uma cidade adotou agora o procedimento precoce e a outra não).

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Allan Jose Alves

    ± 2 dias

    O Mandetta é DEM Greca fiiou-se ao DEM. Esqueçam Cloroquina ,protocoloa , se o verme do ex ministro Mandetta negou o acesso quem será nosso pobre prefeitinhob para fazer diferente..Vai usar a secretaria como escudo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Cristian carla a. Volski cassi

    ± 2 dias

    Roubalheira!!!!!!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • B

    Berto Rezende

    ± 2 dias

    Só para constatar, não existe ex petista .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • W

      WILSON

      ± 2 dias

      Boa ! kkkkkk.....

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    WILSON

    ± 2 dias

    Ah ,não podemos esquecer : o mundo médico atuante ,que está salvando vidas , ESTÁ REDUZINDO MUITO O LUCRO DOS HOSPITAIS ! Daí ficam no ar as perguntas : será que não há gente enriquecendo , se aproveitando de suas posições de mando nesta pandemia ??? Será que não estamos às voltas com sérios problemas de corrupção ???

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MARIA IGNEZ VIEIRA CHACON ROVIGATTI

    ± 2 dias

    Melhor do que investir em respiradores superfaturados. Se for para jogar dinheiro fora que seja para tentar diminuir a dor do paciente. Negar a tentativa de menos sofrer... Parabéns a esses municípios pelo respeito a vida! !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    WILSON

    ± 2 dias

    O caso do Paraná e , em particular ,o de Curitiba é uma mistura de ignorância ,vaidade e incompetência dos responsáveis pela saúde . Idéias de ação completamente medievais , como acontecia nos casos de pestes e outras pandemias ! Esta médica infectologista da Prefeitura de Curitiba ,citada na reportagem , é de uma arrogância brutal , só comparável à sua clara ignorância ,vaidade e incapacidade de compreender que o papel do médico é salvar vidas usando TODAS as armas disponíveis ! Esse pessoal está numa redoma donde não enxergam ,e não querem enxergar , o mundo em volta que está combatendo com sucesso o COVID ,reduzindo o s internamentos e as mortes !!!Assassinos a serem julgados !!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Sr. Walker

    ± 2 dias

    Não meu querido, eles não investem milhões na compra desse medicamento. Eles fazem aquisições super faturadas para desvio de verbas. Não tem nada a ver com a preocupação com a pandemia.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    C R Berger

    ± 2 dias

    Sejam quais forem os detalhes, só há uma coisa correta: as medidas "médicas" adotadas no Paraná não são consenso médico e nem são eficazes. Tanto que não são, que o Paraná tem sido destaque em todos os jornais d Globo, como estando em situação preocupante pelo crescimento, exagerado da patologia. Inóculo infectante. Governador perdido, tanto quanto seu secretárioe, ex petista que foi visto com máscara abaixo da boca em mercado. Paraná em maus lençóis. Medo generalizado. Mortes. Luto.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]