Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Presidente da Microsoft Brasil, Tania Cosentino, fala sobre a parceria com o governo do estado
Presidente da Microsoft Brasil, Tania Cosentino, fala sobre a parceria com o governo do estado| Foto: Jaelson Lucas/AEN

O governo do Paraná e a Microsoft Brasil firmaram na manhã desta quarta-feira (14) um protocolo de intenções e colaboração mútua. O trabalho conjunto terá início com uma solução para gestão escolar e a disponibilização de aplicativos da empresa, mas já é discutida a ampliação para áreas como a segurança pública.

RECEBA notícias pelo messenger do Facebook

O primeiro resultado da parceria será a implantação, em todas as escolas estaduais, do PowerBI, ferramenta de inteligência de negócios (BI, na sigla em inglês) utilizada por empresas de todo o mundo para visualização em tempo real de relatórios.

Segundo o secretário estadual da Educação e Esporte, Renato Feder, a solução estará em uso nos próximos dias. “Essa é provavelmente a melhor ferramenta do mundo, que dará aos gestores informações de presença, notas, conteúdos, ações, como os professores estão indo, qual matéria está sendo dada, quais aulas aconteceram”, explica. “É uma plataforma que funcionará em favor da administração da escola, acessível ao diretor, ao professor, da forma como gestores de empresas de todo o mundo já utilizam.”

A licença para uso da ferramenta será disponibilizada ao governo do estado de forma gratuita pela Microsoft. De acordo com a presidente da companhia, Tania Cosentino, o Paraná é o primeiro estado do Brasil a firmar parceria nessa área. “Estamos colocando nossos técnicos do Brasil e também especialistas do mundo para suportar o projeto, que é uma espécie de think tank”, diz. “Vamos trazer ideias e também capturar ideias que o governador e sua equipe têm para que a gente possa construir coisas novas.”

LEIA MAIS: Paraná quer implantar reconhecimento facial de alunos nas escolas estaduais

O convênio prevê ainda acesso por parte das escolas estaduais a plataformas como o Office 365 para Educação, que funciona na nuvem. Também serão disponibilizadas ferramentas para apoio acadêmico e treinamentos, como o OneNote para Professores e o conteúdo hacking Stem. “São ferramentas que vão fomentar a criatividade e a colaboração e mudar o engajamento entre professor e aluno, tornando a escola mais atrativa para o aluno”, diz Tania. “Não é só tornar o aprendizado mais lúdico, mas também levar a tecnologia para as crianças desde cedo, já que lidar com ela será uma habilidade crítica fundamental no futuro dos alunos.”

Está incluída ainda a oferta de capacitação do corpo docente por meio do programa Professores Embaixadores, para inserção de tecnologia no processo de aprendizagem por meio de ferramentas cedidas no acordo, e acesso ao portal de colaboração mundial para professores e diretores de escolas, a Comunidade de Educadores Microsoft.

Professores já fazem controle de presença com aplicativo de celular

O diretor-presidente da Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), Alan Costa, considera que as iniciativas caminham ao encontro da proposta do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) de tornar o Paraná o estado mais inovador do país. “O benefício dessa parceria vai ser sentido direta e concretamente pelos gestores das escolas, pelo estado do Paraná, mas principalmente pelos os alunos.”

Na cerimônia de assinatura do protocolo de intenções, Ratinho Junior disse que a adoção da tecnologia dá sequência a outras iniciativas adotadas pela Secretaria Estadual da Educação e Esporte (Seed) como o programa Presente na Escola, que implantou o controle de presença dos alunos feito pelos professores por meio de um aplicativo para celular.

“Antes, as informações de evasão eram repassadas à Seed a cada 60 dias”, conta Ratinho. Segundo ele, em três meses, o índice de presença nas escolas passou de 85% para 92%. “São milhares de alunos na escola que poderiam estar na rua.”

As negociações para a formalização da parceria entre governo do estado e Microsoft tiveram início em maio, quando representantes da empresa foram recebidos pelo presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento (APD), José Eduardo Bekin, no Palácio Iguaçu. Em julho, o governador esteve na sede da Microsoft em Nova York para conhecer soluções na área de segurança pública.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]