• Carregando...
Onda de calor! Saiba como proteger sua saúde
| Foto: Bigstock

Temperaturas acima de 30º celsius foram registradas em todo o Brasil em pleno mês de agosto. E esses episódios de onda de calor se seguiram nos meses seguintes. Os cientistas descrevem o fenômeno como “ondas de calor” antecipadas: o inverno deste ano foi um dos mais quentes desde 1961, de acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A expectativa dos pesquisadores é que a primavera continue quente. Ou seja, vivemos um verão fora de época, e devemos proteger nossa saúde com cuidados específicos.

Edson Tanhoffer, pesquisador do Departamento de Patologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), destaca que o calor causa efeitos a curto e longo prazo. “Inicialmente, devemos pensar nos efeitos de curto prazo, como as ondas de calor que experimentamos nos últimos dias. É nesse caso que a maioria das pessoas concentra as discussões”, explica.

O professor destaca que, a longo prazo, o calor favorece a propagação de doenças infecciosas e a reprodução de vetores como mosquitos e carrapatos. Assim, vale a pena ficar de olho em ambientes que possam servir de reprodução para insetos, como espaços com água parada, lixo e mato.

A seguir, confira mais dicas para garantir mais qualidade de vida em meio às altas temperaturas. 

Hidrate-se

  • É essencial se manter hidratado durante o calor. O corpo humano regula a temperatura por meio do controle de líquidos — o suor, por exemplo, é liberado quando a temperatura interna do organismo se eleva, como consequência de esforço ou de temperaturas elevadas. A água também transporta nutrientes e sais minerais, sendo necessária para as atividades básicas do corpo. Como é perdida na transpiração, precisa ser reposta para uma boa atividade metabólica.

Vista-se de forma adequada

| Bigstock
  • As cores das vestimentas fazem toda a diferença no calor. Roupas de tonalidades claras, como branco, absorvem menos radiação solar do que roupas escuras, como as pretas. A sensação, assim, será de mais frescor ao se usar uma roupa clara, enquanto vestir uma camiseta escura, por exemplo, trará apenas mais calor.

Escolha horários para se exercitar e sair de casa

Ilustração que mostra alguém que esqueceu de se proteger do sol. Ele está queimado em diversas áreas do tronco.
Não se esqueça de se proteger do sol usando protetor solar!| Bigstock
  • Quanto menor a exposição à radiação solar, menor será a sensação de calor. Evite, assim, se expor ao ar livre nos horários de pico de incidência solar, entre 10h e 16h. Prefira realizar exercícios físicos de manhã cedo ou no final da tarde, quando as temperaturas costumam dar uma trégua.

Atenção com crianças, idosos e pets

Calor
Proteger os grupos mais sensíveis aos efeitos do calor é essencial para garantir a saúde deles durante o verão.| Bigstock
  • Preste atenção aos grupos com saúde mais sensível, como crianças e idosos, uma vez que o calor costuma afetar mais essas faixas etárias. Redobre os cuidados ao sair de casa: lembre-se do protetor solar, da garrafa de água e mantenham-se na sombra.
  • Vale lembrar também dos pets. O asfalto quente pode queimar as suas patas, além de os bichinhos também estarem sujeitos à insolação e à desidratação. Assim, prefira horários mais frescos para o passeio diário. 

Atenção ao trabalho ao ar livre

  • O professor da UFPR destaca ainda outro grupo que gera preocupação. “Existem pessoas impedidas de se abrigar do calor, principalmente profissionais que trabalham ao ar livre, como funcionários da construção civil”. Nesses casos, o pesquisador recomenda hidratação e abrigo como recursos para se proteger.

Fique de olho em sintomas de desidratação

Se proteger da desidratação exige uma série de cuidados.
Se proteger da desidratação exige uma série de cuidados.
  • Em meio às altas temperaturas, o risco de desidratação é maior. Fique de olho nos sintomas, entre eles mal-estar, fraqueza, dor de cabeça e tontura. Procure se hidratar assim que possível. Se o caso for mais grave, procure ajuda médica imediatamente.
0 COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]