Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
STJ reconduz o deputado Alfredo Kaefer, juntamente com familiares, ao controle do grupo Diplomata. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
STJ reconduz o deputado Alfredo Kaefer, juntamente com familiares, ao controle do grupo Diplomata.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

Em mais uma reviravolta judicial, o deputado federal Alfredo Kaefer (PSL-PR) e familiares conseguiram retomar o comando do Grupo Diplomata, conglomerado bilionário com forte atuação agropecuária nas regiões Oeste e Sudoeste do Paraná. Há duas semanas, os fundadores das empresas tinham sido, mais uma vez, afastados do controle do grupo, por força de uma liminar em primeira instância. Contudo, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) devolveu ao parlamentar e a familiares a direção do conglomerado, que está em processo de recuperação judicial.

Em meados de junho, Kaefer já havia conseguido uma decisão semelhante. A família, então, voltou a comandar o Diplomata, depois de três anos de afastamento. A Justiça, então, determinou que em dois meses fosse apresentado um plano para os 10 mil credores. O prazo vence em 12 de setembro. As assembleias que estavam marcadas para os dias 4 e 11 de setembro foram suspensas.

O Diplomata reúne, entre outras empresas, um frigorífico que realiza 120 mil abates de aves por dia e uma indústria de óleo de soja. Com problemas econômicos desde 2008, entrou em processo de recuperação judicial em 2012. Porém, em 2014, a 1.ª Vara Cível de Cascavel decidiu que Kaefer não devia comandar o processo de reabilitação da empresa, com base em uma série de suspeitas sobre a lisura da administração. À época, a decisão foi confirmada pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). Com 1,3 mil funcionários, o frigorífico passou a adotar o nome de Dip Frangos e vinha sendo gerido por um administrador indicado pela Justiça.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]