Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Antonio Cruz/Agência Brasil
| Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Depois de publicar vídeo polêmico e ser criticado, o presidente Jair Bolsonaro disse por meio de nota que não pretendia criticar o Carnaval de forma genérica. “Não houve intenção de criticar o carnaval de forma genérica, mas sim caracterizar uma distorção clara do espírito momesco, que simboliza a descontração, a ironia, a crítica saudável e a criatividade da nossa maior e mais democrática festa popular”, diz texto divulgado pelo Palácio do Planalto.

A nota foi divulgada no início da noite desta quarta-feira (6) após o presidente ter usado sua conta oficial do Twitter na terça-feira (5) para divulgar um vídeo em que um homem aparece dançando sobre um ponto de táxi após introduzir o dedo no próprio ânus. Na sequência, surge outro rapaz que urina na cabeça do que dançava.

LEIA TAMBÉM: Bolsonaro pode sofrer impeachment por vídeo obsceno? Nem a oposição acredita nisso

O presidente diz que a cena escandalizou o país e que se trata de um crime, sem especificar qual. “É um crime, tipificado na legislação brasileira, que violenta os valores familiares e as tradições culturais do carnaval”, diz o texto.

Em sua publicação, Bolsonaro diz ainda que não se sente “confortável em mostrar”, mas argumenta que tem “que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro. Comentem e tirem suas conslusões [conclusões]”. 

LEIA TAMBÉM: ‘Golden shower’ em local público pode ser considerado crime

Inicialmente, a assessoria de imprensa disse que não iria se manifestar sobre o caso por se tratar de conta pessoal de Bolsonaro. Na manhã de quarta ele voltou à rede enquanto a hashtag “goldenshowerbolsonaro” era um dos assuntos mais comentados na rede social no Brasil. O presidente fez um post indagando “o que é golden shower?”.

Confira a íntegra da nota:

“A respeito de publicação realizada na conta pessoal do Presidente da República, em 5 de março, convém esclarecer que:

- No vídeo, postado pelo Sr Presidente da República em sua conta pessoal de uma rede social, há cenas que escandalizaram, não só o próprio Presidente, bem como grande parte da sociedade.

- É um crime, tipificado na legislação brasileira, que violenta os valores familiares e as tradições culturais do carnaval.

- Não houve intenção de criticar o carnaval de forma genérica, mas sim caracterizar uma distorção clara do espírito momesco, que simboliza a descontração, a ironia, a crítica saudável e a criatividade da nossa maior e mais democrática festa popular.”

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]