Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Caso JBS

Juiz retira tornozeleira de Rocha Loures, o ‘homem da mala’ de R$ 500 mil

Ex-deputado do MDB e ex-assessor do presidente Michel Temer foi flagrado com R$ 500 mil em dinheiro vivo dentro de uma mala, no ano passado, em ação controlada da polícia

  • Da Redação
Rodrigo Rocha Loures foi filmado ao receber a mala com R$ 500 mil em uma pizzaria de São Paulo, entregue por um executivo da J&F. | Reprodução
Rodrigo Rocha Loures foi filmado ao receber a mala com R$ 500 mil em uma pizzaria de São Paulo, entregue por um executivo da J&F. Reprodução
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A Justiça Federal do Distrito Federal determinou a retirada da tornozeleira eletrônica do ex-deputado Rodrigo da Rocha Loures (MDB), que ficou conhecido como o ‘homem da mala’, depois de ser flagrado em 2017 em ação controlada da Polícia Federal na delação da JBS, informa o portal jurídico Jota. Rocha Loures foi assessor direto do presidente Michel Temer. O ex-deputado foi gravado e filmado em negociações e ao receber a mala com R$ 500 mil em uma pizzaria de São Paulo, entregue por um executivo da J&F, controladora do frigorífico. O dinheiro seria fruto de propina.

O juiz Jaime Travassos Sarinho, da 15ª Vara Federal de Brasília, determinou outras medidas cautelares, como não se comunicar com investigados, entrega de passaporte e recolhimento domiciliar noturno. Rocha Loures é réu em uma ação penal por corrupção passiva.

A denúncia é a mesma oferecida contra Temer e que teve o prosseguimento inviabilizado por decisão da Câmara dos Deputados. Após a decisão dos deputados, o relator do inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, enviou para a primeira instância a parte da acusação formal que trata de Loures.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE