• 05/08/2020 22:19
Cidade Administrativa de Minas

Alexandre de Moraes garante a Aécio acesso a delações em investigação

  • 05/08/2020 22:19
    • Estadão Conteúdo
    Aécio Neves
    Deputado federal Aécio Neves| Foto:

    O ministro Alexandre de Moraes, do STF, concedeu ao deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) acesso integral às delações premiadas da OAS e da Santa Bárbara Engenharia em processos ligados ao inquérito em que foi indiciado por corrupção e peculato. O tucano é investigado por superfaturamento na construção da Cidade Administrativa, sede do governo, enquanto era governador do estado. A defesa de Aécio alegou que não teve acesso aos depoimentos que o incriminaram perante o Juízo da Vara de Inquéritos Policiais de Belo Horizonte. Aécio e outras onze pessoas foram indiciadas em maio pela Polícia Federal por corrupção, desvio de recursos públicos e falsidade ideológica esquema de superfaturamento na obra entre 2007 e 2010. O investigadores também apontaram indícios de desvio de R$ 232 milhões em recursos públicos por meio de contratações fictícias. Somado à fraude na licitação, o prejuízo aos cofres do governo mineiro chegam a R$ 747 milhões em valores atualizados. Em maio, a defesa do tucano afirmou que o indiciamento era "absurdo".

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.