• 18/12/2019 10:41
Até março

Para Bolsonaro, será difícil reunir assinaturas “no braço” para criar o Aliança

  • 18/12/2019 10:41
    caso-marielle-stf-decisao-bolsonaro
    O presidente Bolsonaro.| Foto: Carolina Antunes/PR

    O presidente Jair Bolsonaro falou sobre a coleta de assinaturas para a criação do seu novo partido, Aliança pelo Brasil. Segundo Bolsonaro, é provável que tenha que ser manualmente e, até março, será difícil – prazo máximo para o partido disputar as eleições municipais em 2020. "Pelo jeito vai ter de recolher assinatura no braço. Se for no braço, vai ser difícil de fazer para março o partido. Muito difícil", disse a apoiadores, ao deixar o Palácio da Alvorada nesta quarta-feira (18). A ideia principal era usar o método digital, porém não é permitido e regulamentado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). São necessárias cerca de 500 mil assinaturas válidas para tirar do papel o "Aliança". O presidente disse ainda que, por limites legais, não pode usar canais oficiais para impulsionar a coleta de assinaturas.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.