• 26/10/2019 10:34
Racha na sigla

Em meio à crise no PSL, Bolsonaro diz que pode “ser um presidente sem partido”

  • 26/10/2019 10:34
  • PorGazeta do Povo
    Presidente Jair Bolsonaro comenta crise do PSL em viagem à China
    Presidente Jair Bolsonaro comenta crise do PSL em viagem à China| Foto: Marcos Corrêa/PR

    O presidente Jair Bolsonaro declarou na manhã deste sábado (26) durante sua viagem à China - ainda noite de sexta-feira (25) no Brasil - que pode "ser um presidente sem partido". "Eu posso ser um presidente sem partido. Tanto faz eu estar com partido ou sem partido", disse. As informações são da Folha de S. Paulo.

    A declaração foi uma resposta à crise que provocou um racha profundo no PSL e que abalou a articulação política entre o presidente e parte de seus correligionários eleitos - em um movimento de vai e vem com listas diversas, áudios vazados e xingamentos e desligamentos que começou a ganhar força com denúncias de um esquema de candidaturas laranjas que teriam inflado o caixa da legenda nas eleições de 2018.

    A cisão deixou parte do grupo ligada ao presidente nacional da sigla, Luciano Bivar, enquanto outra parte se manteve fiel à base de Bolsonaro, que disse ainda que pretende eleger prefeitos em 2020, mas que, para isso, precisa estar forte no PSL. "Pretendo ter 30 a 40 candidatos [a prefeito] pelo Brasil, mas tenho que ter decisão sobre o partido. Não posso entrar e, quando chegar na convenção, eles me deixarem para trás porque têm maioria”, afirmou.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

      Fim dos comentários.