• 13/11/2020 07:55
General Edson Leal Pujol

Não queremos que a política entre no quartel, diz comandante do Exército

  • 13/11/2020 07:55
  • PorGazeta do Povo
    Edson Leal Pujol
    O comandante do Exército brasileiro, Edson Leal Pujol| Foto: Marcos Corrêa/PR

    O comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, afirmou durante uma transmissão ao vivo na quinta (12) que os militares não querem "fazer parte" da política, nem que ela "entre" nos quartéis. O comandante participou de um evento do Instituto para Reforma das Relações Estado e Empresa.

    "Não queremos fazer parte da política governamental ou política do Congresso Nacional e muito menos queremos que a política entre no nosso quartel, dentro dos nossos quartéis. O fato de, eventualmente, militares serem chamados a assumir cargos no governo, é decisão exclusiva da administração do Executivo", disse Pujol. No mesmo evento, afirmou que o Exército brasileiro é um dos "menores do mundo".

    Também participaram o ex-ministro da Defesa Raul Jungmann e o ex-ministro e general da reserva Sérgio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). A declaração ocorreu após Jungmann afirmar que "até bem recentemente, havia quem dissesse que as Forças Armadas estão se envolvendo com a política. E eu disse que isto não era fato".

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.