• 12/05/2020 16:11
No Planalto

Ministros depõem no inquérito Moro contra Bolsonaro

  • 12/05/2020 16:11
    • Estadão Conteúdo
    Sergio Moro Jair Bolsonaro
    O presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro da Justiça Sergio Moro.| Foto: Marcos Correa/PR

    Os ministros Augusto Heleno (GSI), Walter Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) depõem na tarde desta terça (12) no âmbito da investigação sobre suposta tentativa de interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal. Os três militares próximos do presidente foram apontados pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro como testemunhas de ameaças proferidas por Bolsonaro caso ele não concordasse com a troca da direção-geral da PF, inclusive com registro em vídeo. Agendadas para as 15h, as oitivas são realizadas simultaneamente no Palácio do Planalto e marcam o segundo dia de depoimentos agendados pela PF por determinação do o ministro Celso de Mello, relator do caso no Supremo Tribunal Federal. As audiências foram autorizadas, por sua vez, com base em pedido feito pelo procurador-geral da República Augusto Aras após o depoimento de mais de oito horas prestado por Moro no último dia 2. Nesta segunda (12), foram ouvidos o ex-diretor da Polícia Federal Maurício Valeixo, o diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Alexandre Ramagem e o ex-superintendente da PF do Rio de Janeiro Ricardo Saadi.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

      Fim dos comentários.