• 11/01/2021 13:44
Benefício

Não dá para votar auxílio emergencial sem ter fonte do recurso, diz Lira

  • 11/01/2021 13:44
  • PorEstadão Conteúdo
    O deputado federal Arthur Lira
    O deputado federal Arthur Lira, candidato do Centrão à presidência da Câmara dos Deputados.| Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

    O candidato à presidência da Câmara Arthur Lira (PP-AL), líder do Centrão e do Progressistas na Casa, pregou calma para se encontrar uma solução sobre o fim do auxílio emergencial, sem ferir o teto de gastos. "Não sou mágico, não tem como propor uma solução no curto prazo, sem abalar o que todo mundo preza", disse, sobre o risco de extrapolar o orçamento da União e arranhar a credibilidade do País frente a investidores, estourando o teto de gastos.

    "Estamos no recesso, sem Orçamento, sem previsão de PLN (projetos de crédito orçamentário)", afirmou em conversa com jornalistas na manhã desta segunda-feira (11) em Brasília. "Não dá pra falar vamos votar o auxílio agora sem falar de onde tirar recurso", afirmou.

    Lira colocou a PEC Emergencial como prioridade número um para a retomada da economia e "capaz de abrir condições orçamentárias", seguido das reformas administrativa e tributária.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.