• 01/01/2020 19:46
Ataque

Porta dos Fundos: suspeito de ataque diz que humoristas são ‘intolerantes’

  • 01/01/2020 19:46
    • Estadão Conteúdo
    porta-dos-fundos-investigacao
    Sede da produtora foi atacada na madrugada de terça-feira (24).| Foto: Reprodução

    Procurado pela Polícia Civil como suspeito de ser um dos responsáveis por tentar incendiar a sede da produtora do grupo humorístico Porta dos Fundos, no Rio de Janeiro, na madrugada de 24 de dezembro, Eduardo Fauzi Richard Cerquise divulgou pela internet na tarde desta quarta-feira (1º) um vídeo em que faz críticas ao grupo de humoristas. Após classificar os humoristas como "intolerantes", ele afirma que "quem fala mal do nome de Cristo prega contra o povo brasileiro. Esse é um crime de lesa-pátria. Eles são criminosos, são marginais, são bandidos", acusou.

    Na semana passada, um grupo que se diz formado por "integralistas" divulgou um vídeo nas redes sociais em que reivindica o ataque à produtora. Eles afirmam que o atentado aconteceu devido ao especial de Natal da produtora que satiriza Jesus Cristo. No filme, os humoristas sugerem que Jesus teve experiências homossexuais. A Polícia Civil não confirmou se Cerquise faz parte do grupo de "integralistas". Não é possível saber quando o vídeo foi gravado. Aparentemente, ele está numa casa. Cerquise, que é filiado ao PSL-RJ desde 2001, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, tem passagens pela polícia, principalmente por casos de agressão e lesão corporal.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.