• 26/06/2020 19:40
  • Atualizado em 26/06/2020 às 20:53
Força-tarefa

Procuradores da Lava Jato na PGR pedem demissão após “visita” de auxiliar de Aras

  • 26/06/2020 19:40
  • Atualizado em 26/06/2020 às 20:53
  • PorGazeta do Povo
    Sede da Procuradoria-Geral da República
    Sede da Procuradoria-Geral da República| Foto: MPF

    Três procuradores que atuavam na operação Lava Jato dentro da Procuradoria-Geral da República (PGR) – Hebert Reis Mesquita, Luana Vargas de Macedo e Victor Riccely – pediram demissão, segundo informações do jornal O Globo. Com isso, o grupo da força-tarefa na PGR fica sem nenhum integrante. A saída deles foi ocasionada pela visita da subprocuradora Lindora Araújo à Lava Jato em Curitiba. Em ofício encaminhado à Corregedoria do Ministério Público Federal (MPF), os procuradores sediados na capital paranaense afirmam que Araújo obteve dados das investigações sem que houvesse qualquer justificativa ou documento formal. Araújo é uma das auxiliares diretas do Procurador-Geral, Augusto Aras, e coordena o grupo de trabalho da Lava Jato na PGR. De acordo com a PGR, a obtenção dos dados não foi realizada de maneira informal, já que havia um pedido para o compartilhamento das informações desde o dia 13 de maio.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.