Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Em 2019, o Brasil registrou 1.149 óbitos por gripe comum, de um total de 5.983 casos.
Em 2019, o Brasil registrou 1.149 óbitos por gripe comum, de um total de 5.983 casos.| Foto: Pixabay

O sistema Infogripe, coordenado pela Fiocruz e outras instituições, comprova a alta disseminação e letalidade do novo coronavírus no Brasil em relação à gripe comum. Nesta quarta-feira (25), o Ministério da Saúde anunciou que o número de mortes relacionadas à Covid-19 chegou a 57, em apenas oito dias – a primeira delas foi registrada no dia 17 deste mês. Entre os dias 17 e 30 de março de 2019, houve 24 mortes hospitalares causadas pelo vírus influenza no Brasil – os dados de 2020 não estão atualizados.

O número de casos notificados do novo coronavírus subiu para 2.433, com o primeiro deles datado de 25 de fevereiro. Em 2019, as notificações de influenza em período semelhante (24 de fevereiro a 30 de março) totalizaram 289 casos. O Infogripe é fruto de parceria entre pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz, da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e do Ministério da Saúde.

Durante todo o ano de 2019, o Brasil registrou 1.149 óbitos por influenza, de um total de 5.983 casos. O estado com maior participação nesse quadro foi São Paulo: 1.706 ocorrências e 290 mortes, seguido por Paraná (705 casos e 131 mortes); Santa Catarina (439 casos e 69 mortes); e Rio Grande do Sul (400 casos).

Em 2019, a maior parte das mortes por influenza no Brasil (456 do total) foi de pessoas com 60 anos ou mais; mas todas as faixas etárias registraram óbitos: 68 casos entre aqueles menores de 2 anos; 30 na faixa de 2 a 4 anos; 23 entre 5 e 9 anos; 31 entre 10 e 19 anos; 53 entre 20 e 29 anos; 79 entre 30 e 39 anos; 159 de 40 a 49 anos; 250 de 50 a 59 anos.

O Infogripe também registra os casos reportados de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) hospitalizados, com o total de pacientes com resultado positivo para algum dos agentes infecciosos associados à SRAG: além da influenza A e B, vírus VSR (vírus sincicial respiratório), adenovírus e parainfluenza 1, 2 e 3. O total de casos reportados de SRAG no Brasil em 2019 chegou a 40.922.

77 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]