i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Serviço

Entenda em 1 minuto: o que é Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb)

    • PorGazeta do Povo
  • 22/07/2020 10:12

Governo e Congresso correm contra o tempo para discutir e aprovar a renovação do Fundeb. Mas por que tanta urgência sobre o tema? Entenda com a gente em um minuto.

A Câmara aprovou na noite desta terça-feira (21) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), com 499 votos favoráveis e 7 contrários. Depois de dias de negociação, o governo chegou a um acordo com as lideranças dos partidos. O texto, que já foi aprovado em segundo turno sem modificações, segue agora para o Senado.

Como o próprio nome deixa claro, o fundo nacional de desenvolvimento da educação básica, o Fundeb, é o principal fundo de financiamento da educação básica do país.

Criado em 2007, ele movimenta cerca de R$ 150 bilhões por ano que beneficiam cerca de 40 milhões estudantes desde o ensino fundamental até o médio.

Uma das principais atribuições do Fundeb é complementar o orçamento da educação em municípios mais pobres, por exemplo. O objetivo é diminuir as desigualdades na qualidade do ensino.

Esse dinheiro paga desde professores e funcionários até o transporte que leva os estudantes para as escolas. Sem ele, especialistas acreditam que a educação básica pode entrar em colapso em várias regiões do país.

O principal problema é que o Fundeb tem um prazo de validade: 31 de dezembro de 2020. Depois dessa data, ele deixa de existir e é por isso que congresso e o governo correm para tentar aprovar uma renovação desse fundo, seja prorrogando as regras atuais ou alterando alguns pontos.

Conteúdo editado por:Rodrigo Fernandes
1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • L

    Lidia

    ± 0 minutos

    Quer dizer que cada aluno custa quase 2 milhões por ano, e com a "qualidade" de ensino que tem no Brasil? ***!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso