i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Facção modelo exportação

Como o PCC “invadiu” o Paraguai e o que a internacionalização significa para o Brasil

  • Brasília
  • 21/01/2020 21:07
Muro PCC
PCC expandiu sua presença fora do Brasil nos últimos anos| Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo

Duas fugas em massa nesta semana levam mais uma vez a atenção para uma das principais facções criminosas do país, o Primeiro Comando da Capital (PCC). No domingo (19), 76 integrantes da organização criminosa fugiram da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Em menos de 24 horas, houve outra fuga em Rio Branco, no Acre, quando 26 integrantes do PCC fugiram do Complexo Penitenciário Francisco d’Oliveira Conde.

Ainda não há confirmação de que as duas fugas estejam relacionadas, mas os eventos trazem à tona a internacionalização da facção, que nasceu nos presídios de São Paulo, dominou o país e tem atuado em outras regiões da América Latina.

O PCC está presente em pelo menos quatro países da América Latina, segundo o pesquisador do Núcleo de Estudos Sobre Violência da FGV e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Bruno Paes Manso. Além do Paraguai, a facção também já foi identificada em presídios da Bolívia e tem relações comerciais no Peru e na Colômbia. Manso é um dos autores do livro “A Guerra: a ascensão do PCC e o mundo do crime no Brasil”, que fala sobre a expansão da facção.

A internacionalização ocorreu, segundo Manso, a partir de 2005. “É justamente essa história que a gente conta, a mudança de patamar, principalmente depois de 2005, 2006 e 2007, do PCC e dessa liderança nova desse grupo que assume a chefia, do Marcola, que passou a atuar no atacado da droga e para isso foi para as fronteiras da América do Sul, aproveitando a presença que já tinham nas prisões do Paraná e do Mato Grosso do Sul”, explica o pesquisador.

Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, é apontado pela polícia como o líder do PCC. Ele está preso na Penitenciária Federal de Brasília, um presídio de segurança máxima, desde março do ano passado.

O promotor de Justiça do Gaeco de São Paulo Richard Encinas investiga o PCC e classifica a facção como um tipo de megaempresa do crime, que busca a internacionalização. “O PCC acabou sendo uma grande franquia, vamos dizer assim, para diminuir a beligerância entre os criminosos, passou a ser um ponto de referência para os criminosos”, explica o promotor.

Com isso, a facção teve sucesso em São Paulo e passou a se nacionalizar. “As coisas foram aumentando e eles perceberam o seguinte: ‘poxa, se nós somos grandes distribuidores, temos o ponto de venda, temos o transporte, por que não investir na produção?’. E aí eles passaram a ir para os países da América Latina produtores de droga”, completa.

Presença no Paraguai e na Bolívia

Segundo Encinas, Paraguai e Bolívia foram os destinos favoritos de membros do PCC – e não foi à toa. De acordo com o promotor, o Brasil tem uma estrutura judiciária, de Ministério Público e de polícia mais eficaz no combate à organizações criminosas do que esses países.

“Eles acabaram sediados na Bolívia e no Paraguai porque os dois têm a mesma estrutura de acolhimento desses criminosos, que conseguem identidades novas sem serem incomodados. É muito fácil você chegar no Paraguai ou na Bolívia com algum dinheiro, com documentos falsos e começar, entre aspas, uma nova vida lá”, explica Encinas.

Para o promotor, a sensação de impunidade e alguma familiaridade com a língua são fatores que contribuem para esses países serem escolhidos por integrantes do PCC. Ele ainda lembra que esses são países em que há um problema de desigualdade social muito grande, com valorização de figuras que se tornam "benfeitores do crime", em uma estrutura que viabiliza a impunidade.

Em relação ao Paraguai, o pesquisador Bruno Paes Manso levanta ainda mais um fator para a presença do PCC no país: negócios. “Boa parte da maconha brasileira vem do Paraguai, além de ser um corredor importante da cocaína Bolívia, então acaba sendo estratégico”, explica.

Cidades estratégicas para o PCC

As duas cidades que registraram fuga de membros do PCC são estratégicas para a facção por fazerem parte da rota de distribuição de drogas. A cocaína que é produzida em países como Peru e Bolívia – maiores produtores do mundo - passam pelas cidades antes de chegar aos portos brasileiros. De lá, são exportadas para países da Europa, África e Ásia.

Estima-se que o quilo de cocaína seja vendido nos países produtores a US$ 2 mil e chega ao Brasil custando US$ 6 mil. Depois de passar pelo Brasil e ser escoada pelos portos, a cocaína chega a Europa custando em torno de US$ 35 mil e US$ 40 mil, o quilo.

PCC não quer estar na Colômbia

Apesar de serem países produtores de drogas, o PCC tem uma presença tímida em países como Colômbia e Peru. “O PCC atuar em um país não significa que domine um território, são contatos comerciais. Esse comércio no Peru e na Colômbia também existe”, diz Manso.

Para Encinas, há dois motivos pelos quais o PCC não atua fortemente na Colômbia. O primeiro é não ter interesse em comprar briga com cartéis colombianos. O segundo é evitar entrar no radar do Drug Enforcement Administration (DEA) dos Estados Unidos, unidade de gestão de repressão a drogas.

“É curioso que na Colômbia eles [PCC] não têm grandes penetrações porque os cartéis colombianos são muito fortes. A Colômbia hoje teve um combate eficaz, notadamente à produção de drogas, notadamente pela preocupação dos Estados Unidos, que injetou muito dinheiro, estrutura, capacitação e policiais no combate ao narcotráfico lá. E o PCC não quer o DEA na cola deles”, diz o promotor do Gaeco.

Segundo o promotor, o PCC não chamou a atenção dos norte-americanos porque não exporta drogas para os Estados Unidos. “O PCC não é um problema para os Estados Unidos. O PCC domina rotas para África e Europa, eventualmente para a Ásia”, completa.

Já o Peru, segundo Encinas, ainda é um país em disputa da rota do tráfico, para logística e produção de drogas. Ele lembra que foi a disputa pela rota de escoamento de drogas do Peru que desencadeou um conflito recentemente entre duas facções na região norte do Brasil no ano passado: a Família do Norte (FDN) e o Comando Vermelho (CV).

Além disso, segundo Encinas, é mais prático para integrantes do PCC que estão na região do Mato Grosso do Sul, dominada pela facção, atravessarem a fronteira de Ponta Porã com a cidade de Pedro Juan Caballero do que se deslocarem até o Peru. Já no Paraguai, o trânsito com a fronteira da Bolívia ocorre quase sem impedimentos.

Como foi a fuga de membros do PCC no Paraguai

A  Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero fica na fronteira com Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. A fuga no Paraguai aconteceu através de um túnel construído a partir da parede do banheiro de uma das celas. Dos 76 fugitivos, 40 são brasileiros e 36 são paraguaios – todos do PCC.

Após a fuga de presos no Paraguai, o Ministério da Justiça, por meio do programa Vigia, reforçou o policiamento na fronteira com o país vizinho, com helicópteros e barreiras. O objetivo é impedir que os fugitivos entrem no Brasil. Pelo Twitter, o ministro Sergio Moro afirmou que se voltarem ao Brasil, os integrantes do PCC que fugiram do Paraguai “ganham passagem só de ida para presídio federal”.

Na lista de fugitivos está, por exemplo, Timóteo Ferreira, brasileiro apontado como líder da facção dentro do presídio paraguaio. Também há integrantes do grupo de matadores de aluguel “Minotauro”, ligado ao tráfico de drogas.

Fuga em Rio Branco

Na madrugada de segunda-feira (20), menos de 24 horas após a fuga no Paraguai, 26 presos ligados ao PCC fugiram do principal presídio de Rio Branco, no Acre. Investigadores brasileiros apuram se as duas fugas podem estar relacionadas. O governo do Acre pediu apoio à Polícia Federal (PF) e à Agência Brasileira de Inteligência (Abin) nas investigações.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Acre, os presos fizeram um buraco na parede da cela e usaram lençóis para confeccionar cordas e pular o muro da penitenciária, de cerca de três metros de altura.


12 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 12 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • K

    Karpeno

    22/01/2020 19:41:11

    Em um cenário puramente hipotético o Conde Vlad III Dracula, Conhecido como Vlad o Impalador, saberia resolver o assunto.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • S

      Stanislau Surek

      22/01/2020 15:48:22

      O maior problema é o alto consumo.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • S

        Silvinho

        22/01/2020 14:38:35

        Que facçao nada ! pura baboseira ! todo presidiario que entra no sitema se vê obrigado a se afiliar ao Pcc ou a outro Sindicato do crime !

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • M

          Marcos eisenschlag

          22/01/2020 12:21:39

          Essas faccoes ja' se internacionalizaram faz tempo, desde Chavez existe a triangulacao de cocaina com grupos terroristas em troca de armas para as FARCS e dolares para financiar partidos politicos de extrema esquerda. O unico que luta contra isso e' Sergio Moro e Bolsonaro, o resto na sua grande maioria e' cumplice. E' so' ver como o Congresso sempre defende mais obstaculos para condenar criminosos.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          1 Respostas
          • S

            sansão

            22/01/2020 18:09:47

            Miliciano lutando contra? sorry, i dont believe!

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

        • L

          Luan Teles

          22/01/2020 11:39:36

          A primeira solução é da um fim nesse Marcola, como o governo sustenta preso um cara líder da maior organização criminosa do país?

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • J

            José antonio Luciano

            22/01/2020 11:17:35

            o nosso ministro sergio moro quer implatar seguranças mais dura , mas la em brasilia os politicos vetam , tem que ser muito rigoroso contra essas facçao .

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • S

              Sandro08

              22/01/2020 11:13:58

              Cresceu muito no mesmo período que o PT , lembrando do "dialogo cabuloso. " A doutrina de esquerda adota o fortalecimento dos grupos criminosos como forma de estímulo a revolução (já que os operários não estão tão enganjados)

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • M

                Marcos Ctba

                22/01/2020 11:08:40

                A conivência de politicos e a corrupção que deu margem a essa raça.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • T

                  Tarcísio Gomes de Paula Pessôa

                  22/01/2020 9:29:39

                  Como parte da delação do ex Ministro petista, o PT teve relações íntimas com o PCC. Ambas as organizações criminosas se alimentaram reciprocamente e esse é o resultado. O PT e seus satélites (PSOL e PCdoB) precisam ter seus registros cassados.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • L

                    Lactobacilaceae

                    22/01/2020 7:44:04

                    Agradeçam ao Alckmin.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    1 Respostas
                    • M

                      Maquiavel

                      22/01/2020 13:05:35

                      Aquele broxa que tinha medo do PCC??

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                  Fim dos comentários.