Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

Acidente

Coligação tem 10 dias para definir substituto

Ainda não há definições sobre quem substituirá Eduardo Campos

  • André Golçalves, correspondente em Brasília e Laura Beal Bordin, especial para a Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A coligação de Eduardo Campos, que morreu hoje em um acidente de avião em Santos (SP), tem dez dias para indicar o substituto dele na disputa presidencial. O nome pode ser de qualquer legenda da chapa “Unidos pelo Brasil”, composta por PSB, PPS, PHS, PRP, PPL e PSL. Existe ainda a possibilidade de desistir de participar do pleito.

● Leia a cobertura completa da morte de Eduardo Campos

“O escolhido só precisa ser de algum dos partidos e cumprir os requisitos de elegibilidade”, diz o advogado eleitoral Luiz Fernando Pereira.

Líder do PPS na Câmara dos Deputados, o paranaense Rubens Bueno disse não ver chances de a coligação desistir da eleição, o que implicaria em uma redivisão do tempo de televisão entre os demais candidatos. “Não é o momento de falar disso, mas temos nomes muito bons, a começar pela própria Marina Silva [vice de Campos].”A decisão, segundo ele, deve ser tomada nos próximos dias. “Ainda estamos chocados com essa notícia trágica, que deixa todo país em luto”, afirmou o parlamentar.

O deputado federal Leopoldo Meyer (PSB-PR) disse estar muito abalado com a morte de Campos e ainda não recebeu nenhuma informação do partido sobre os próximos passos da campanha. “Todos estão muito abalados, ainda é muito cedo para tomar alguma decisão”, disse.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida Pública

PUBLICIDADE