i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
previdência

Paralisação de agentes penitenciários afetam 30 mil presos no Paraná

  • PorFelipe Vanini, especial para a Gazeta do Povo
  • 27/04/2015 16:09
Os serviços mantidos no sistema prisional serão apenas alimentação, emergências médicas e cumprimento de ordens judiciais, como alvarás de soltura. | Josué Teixeira/Gazeta do Povo
Os serviços mantidos no sistema prisional serão apenas alimentação, emergências médicas e cumprimento de ordens judiciais, como alvarás de soltura.| Foto: Josué Teixeira/Gazeta do Povo

Engrossando a greve dos professores, os agentes penitenciários do Paraná começaram uma paralisação nesta segunda-feira (27), afetando o atendimento de 30 mil detentos em todo o estado. O principal motivo é o desacordo com relação ao projeto de lei que modifica a Paraná Previdência. Os serviços mantidos no sistema prisional serão apenas alimentação, emergências médicas e cumprimento de ordens judiciais, como alvarás de soltura.

De acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen), a paralisação vai durar o período em que os servidores estiverem mobilizados na frente da Assembleia Legislativa. “O governo mexeu em poucos pontos que não faziam diferença e acabou reencaminhado o projeto do mesmo jeito que queria”, disse Petruska Sviercoski, vice-presidente do Sindarspen.

Outro lado

Segundo a Sesp, a paralisação não afeta 30 mil presos. Em penitenciárias, tem 19,3 mil presos. Em delegacias, 9 mil. Segundo a Secretaria de Segurança, nas delegacias não teve impacto algum. Nas penitenciarias, apenas 8 das 32 foram afetadas. Nas 8, não estariam acontecendo atividades de movimentação, como escola, visita, banho de sol. O Depen não teria sido comunicado sobre a paralisação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.