i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Animal

Quanto custa manter um pet? Gastos mensais podem comprometer até 24% da renda

Tutor precisa prever, além das necessidades mensais, gastos extras como idas inesperadas ao veterinário

  • PorInfomoney
  • 23/02/2018 17:37
Para garantir o bem-estar do animal, tutor precisa colocar na conta os imprevistos. Foto: Jonathan Daniels/Unsplash.
Para garantir o bem-estar do animal, tutor precisa colocar na conta os imprevistos. Foto: Jonathan Daniels/Unsplash. | Foto:

Quase todo mundo quer ter, ou já tem, um bichinho de estimação, mas geralmente esquece de colocar em seu planejamento financeiro os gastos com o pet. Você sabe quanto um amiguinho peludo ou até mesmo um peixinho ou pássaro pesa no seu bolso? A Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) fez as contas.

“Além de um compromisso durante os anos de vida do animalzinho, existem inúmeros gastos mensais pré-determinados”, explica Angela Assumpção, planejadora financeira. No caso de cães e gatos, por exemplo, há os custos básicos com alimentação, banho/tosa (caso não seja possível dar em casa por conta do pelo), vacinação, entre outros.

>>> Tudo o que você precisa saber antes de adotar um animal de estimação 

Segundo dados da Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação), um cachorro de porte médio (entre 11kg até 25kg) custa R$ 278,21 por mês. Neste valor estão considerados gastos com ração (332 gramas por dia), banho e tosa (uma vez por mês), veterinário (três consultas por ano), antipulgas (uma vez por mês), vacinas (uma dose por ano) e vermífugos (duas vezes ao ano).

Extras

Fora os básicos, há ainda custos opcionais que ficam a critério do tutor, como brinquedos, cama, ossinhos e outros mimos. Também devem ser levados em conta imprevistos como idas ao veterinário em caso de doença, necessidade de um adestrador ou dogwalker, hospedagem em caso de viagens e até objetos que podem ser destruídos pelos filhotes.

>>> Ter um pet dá mais qualidade de vida aos idosos e ameniza a depressão 

No Brasil, os gastos com animais de estimação variam de menos de 1% a 24% da renda familiar, dependendo da classe econômica. Quanto menor o salário, maior é a proporção do gasto mensal com os pets, segundo a Abinpet.

O custo aumenta com o tempo. “Quando os animais envelhecem ficam mais frágeis, o que pode subir a despesa com remédios, rações específicas e idas mais frequentes ao veterinário”, explica Assumpção.
Uma solução para saber o quanto um bichinho comprometerá do orçamento, segundo a planejadora, é verificar os preços e se planejar.

LEIA TAMBÉM:

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.