Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Francesca Córdova busca inspiração na geometria russa para seu inverno 2013

Paranaense fecha desfiles de sexta com minimalismo e cores primárias



Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córodva


Francesca Córdova


Francesca Córdova


Francesca Córdova

Vencedora do 1º Prêmio João Turin de Incentivo aos Novos Designers de Moda, Francesca Córdova se mantém fiel ao propósito de criar peças atemporais e sofisticadas, seguindo o conceito do Slow Design. “Utilizo tecidos naturais de alta qualidade, sem subterfúgios e nada de estamparia, para que as peças sejam permanentes e sobrevivam à próxima coleção”, disse a estilista.

Nesta sexta, ela mostrou trajes em tecidos rígidos como lã pura e cetim, trabalhados em modelagens de cortes retos e texturas criadas a partir da sobreposição de tecidos. O minimalismo e o uso de formas geométricas básicas vem do Suprematismo, movimento estético surgido na Rússia nos primeiros anos do século 20, uma das influências desta coleção de Francesca Córdova.

Cores primárias, como o vermelho, azul, preto e branco, apareceram nas peças, assim como o burgundy – bordô inspirado na cor do vinho tinto da Borgonha –, cinza e marrom. A primeira loja da estilista será inaugurada na próxima semana, antes do feriado, na Rua Bruno Filgueira, 1267, Batel.

Veja as fotos:

Francesca Córdova

8 recomendações para você

Deixe seu comentário