i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Moda e beleza

Seja seu próprio estilista: confira como e onde fazer a própria roupa em Curitiba

Com algumas aulas, é possível criar suas próprias peças de roupa; veja locais que oferecem curso de corte e costura em Curitiba

  • PorMarina Mori, especial para a Gazeta do Povo
  • 21/06/2017 09:00
Foto: Bigstock
Foto: Bigstock| Foto:

Quem gosta de trabalhos manuais e entrou na onda do movimento slow fashion, que leva em conta a conscientização sobre todas as etapas da produção de roupas, provavelmente tem um desejo ambicioso: ser seu próprio estilista. A meta, na verdade, não é inalcançável. A advogada Monique Munarini é um exemplo disso. Embora sempre tivesse interesse por moda e quisesse aprender a costurar, a família incentivava que ela seguisse apenas a carreira tradicional, da advocacia. “Chegou uma fase da minha vida em que eu estava tão estressada em estudar para concursos que eu precisava de um hobby”, conta.

Mesmo sem nunca ter tido contato com uma agulha e apetrechos de costura, Monique começou a mexer na máquina logo na primeira aula. Hoje, quase dois meses depois de aprender para que servem pences, alinhavados e bainhas, a estudante tem orgulho de sua confecção. “Estou fazendo roupas exatamente do jeito que eu queria. O prazer de usar uma peça que você mesma fez é indescritível”, afirma.

Em quase dois meses de aula, a estudante de direito Monique Munarini confecciona suas próprias peças de roupa. Foto: Naoki Ikeda / Divulgação
Em quase dois meses de aula, a estudante de direito Monique Munarini confecciona suas próprias peças de roupa. Foto: Naoki Ikeda / Divulgação

Para a nova costureira, a grande vantagem do hobby é poder reproduzir peças que ela vê nas lojas por um valor bem mais acessível. “Acho rentável e vantajoso não só pelo fato de que você pode deixar a sua imaginação rolar e fazer a peça do jeito que você quer, mas também porque é difícil achar uma roupa que caiba exatamente no seu corpo. Com o curso, vi como certos detalhes fazem diferença para ter peças perfeitas para mim.”

O Viver Bem selecionou alguns lugares (*) onde aprender a costurar em Curitiba. São cursos em que não é preciso ter conhecimento prévio com corte e costura, muito menos saber manusear uma máquina. Com dedicação, é possível fazer peças com acabamento perfeito após algumas aulas.

“Cerca de 90% das alunas aqui nunca costuraram em uma máquina. É claro que a habilidade de cada pessoa influencia diretamente no tempo em que ela aprende, mas a média é de seis encontros. Da primeira aula até a última, a evolução delas é ótima”, diz Cynthia Ratzke, professora e proprietária no ateliê Costurando Ideias. Em todos os cursos a seguir, é responsabilidade do aluno levar os materiais, de tecidos a aviamentos. As máquinas de costura são oferecidas pelos estabelecimentos.

Ansa Cursos de Moda

A escola existe há 60 anos em Curitiba e os alunos escolhem o que querem costurar. Lá, eles aprendem técnicas de modelagem, corte e costura a partir de materiais didáticos produzidos pela costureira e proprietária Adélia Parron Alvares, de 86 anos.

Cada turma tem no máximo oito alunos e as aulas ocorrem de segunda a sábado, nos períodos manhã, tarde e noite.

Serviço

Ansa Cursos de Moda – Rua Voluntários da Pátria, 610, Centro. Telefones: (41) 3223-0803 / 3223-3484

Site: www.ansacursos.com.br

Mensalidade: R$ 270 (uma aula por semana), R$ 540 (duas aulas semanais) ou R$ 80 a aula avulsa. Cada aula tem três horas de duração.

Costurando Ideias

As aulas são livres para atender ao que os alunos desejam aprender e há diversos cursos específicos além do básico de corte e costura, como manejo de máquinas e produção de bonecas e bolsas. Cada módulo tem seis aulas e os alunos podem aparecer de acordo com sua disponibilidade, sem precisar seguir um cronograma fixo.

Serviço

Costurando Ideias – Rua Prof. João Doetzer, 470, Jardim das Américas. Telefone: (41) 3323-2306

Site: www.costurandoideias.com.br

Mensalidade: R$ 350 o pacote com seis aulas de três horas de duração cada. Aulas às segundas à tarde e sábados pela manhã.

Escola Profissional Maria Ruth Junqueira

O curso de modelagem, corte e costura funciona como um intensivo para quem quer aprender a confeccionar as próprias roupas e também aprender sobre diferentes técnicas e características dos tecidos. As aulas duram quatro horas e ocorrem diariamente durante cinco semanas, seguindo um roteiro pré-estabelecido. Cada turma tem no máximo 20 alunos, mas cada um fica com uma máquina. No módulo 1, os alunos produzem cinco peças de roupas.

Serviço

Escola Profissional Maria Ruth Junqueira. Alameda Augusto Stellfeld, 365, Centro. Telefone: (41) 3223-6171

Site: www.ruthjunqueira.org.br/wordpress

O curso de 5 semanas custa R$ 450 e cada aula tem quatro horas de duração.

Escola Técnica de Corte e Costura

Os cursos seguem uma programação própria da escola e ensinam desde o básico de modelagem, corte e costura a níveis mais avançados. As turmas são formadas por 8 a 10 alunos.

Serviço

Escola Técnica de Corte e Costura – Praça Tiradentes, 258 2° andar, sala 03, Centro. Telefone: (41) 3222-0291

Site: www.escolatecnicadecostura.com.br

Mensalidade: R$ 245 (uma aula por semana) + R$ 85 de taxa de matrícula, que inclui material didático. Cada aula tem 4 horas de duração.

Studio Klainers

Os alunos escolhem o que querem aprender em cada aula, de saias a peças mais elaboradas, como camisas. Desde o primeiro encontro, os alunos entendem como fazer a modelagem da roupa para produzir sob medida.

Os níveis são divididos em básico, intermediário e avançado e as turmas têm no máximo três alunos. Cada aula tem três horas de duração e o curso pode durar de um mês a um ano, de acordo com o interesse do aprendiz.

Serviço

Studio Klainers Design – Rua Cap. Souza Franco, 881 – cj 131 – 13º andar, Bigorrilho. Telefone: (41) 9 9621-5441

Site: www.studioklainersdesign.com

Mensalidade: R$ 280 (uma aula por semana) ou R$ 480 (duas aulas semanais). A taxa de matrícula custa R$ 100. As aulas ocorrem nos períodos manhã, tarde e noite.

Foto: Divulgação / Studio Klainers
Foto: Divulgação / Studio Klainers| Ariane Socek

Seduc Intec Centro

O curso de modelagem, corte e costura dura quatro meses e conta com duas aulas semanais. Os alunos podem se inscrever em qualquer época do ano – os cursos ocorrem em todas as unidades do Seduc Intec (Centro, Portão, Novo Mundo e Santa felicidade; em breve, a unidade do Sítio Cercado será inaugurada) – e as aulas são ofertadas de segunda a sábado nos períodos manhã, tarde e noite.

Serviço

Seduc Intec Centro. Rua Doutor Faivre, 1330, Centro. Telefone: (41) 3010-9777

Site: www.seducintec.com.br

Mensalidade: R$ 207 + R$ 80 de taxa de matrícula. Cada aula tem quatro horas de duração.

* Os valores foram apurados em junho de 2017 e podem sofrer alterações.

LEIA TAMBÉM

>> Estilista gaúcho trabalha há 10 anos em projeto de bota para Lady Gaga

>> 7 brechós para garimpar peças incríveis (e sem gastar muito) em Curitiba

>> Curitibanas idealizadoras da Gallerist lançam marca própria

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.