i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Saúde e Bem-Estar

Espasmo na coluna: saiba como ocorre o problema que tirou Marcelo do jogo contra a Sérvia

O lateral-esquerda da seleção brasileira assustou os brasileiros logo no início da partida nesta quarta-feira (27)

  • PorAmanda Milléo
  • 27/06/2018 15:11
Segundo ortopedista, recuperação da lesão é rápida. Foto: Alexander Nemenov/AFP.
Segundo ortopedista, recuperação da lesão é rápida. Foto: Alexander Nemenov/AFP. | Foto: AFP

Quando o Marcelo, lateral-esquerda da seleção brasileira, abandonou o campo no início da partida contra a Sérvia com as mãos nas costas e sem poder andar direito, os brasileiros se assustaram. Logo, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou: Marcelo teve um espasmo muscular na região das costas.

Isso significa, segundo o médico ortopedista Lúcio Ernlund, que o músculo fez uma ação de contração de forma involuntária. A contratura muscular, termo técnico desse espasmo, acontece quando o músculo faz a contração tentando um movimento, mas se dá de forma incorreta. Por não voltar ao normal, no estado de relaxamento, surge a dor intensa e a incapacidade de se mexer.

>> TABELA DA COPA: confira os jogos e grupos do Mundial 

>>Índice de infarto entre os brasileiros aumenta na Copa do Mundo; saiba como evitar 

“O exemplo mais clássico de contratura muscular é a contratura no pescoço, ou o torcicolo. É como se fosse um torcicolo, mas nas costas. Nessa região ele não tem um nome específico, como no pescoço, mas é o mesmo processo”, explica Ernlund, que é diretor do Instituto de Joelho e Ombro, em Curitiba, e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte (SBRATE).

Recuperação

Da mesma forma como surge o espasmo, segundo o especialista, o músculo relaxa e volta a funcionar de forma plena. “Normalmente são questões simples, que uma medicação para dor e um relaxante, além de calor local e fisioterapia, massagem no local dão conta. A tendência é de uma melhora rápida. Como o jogo do Brasil é só na próxima semana, dá tempo de o Marcelo se recuperar”, tranquiliza Erlund.

Atletas x sedentários

Não só os atletas de alto rendimento estão suscetíveis a esse tipo de incômodo. A contratura muscular pode surgir nos dois extremos: atletas, mas também nos muito sedentários.

“O sedentário, aquele sem preparo físico nenhum, mas que dá uma corrida, ou tenta levantar o sofá da sala sem fazer o movimento correto, ou tenta fazer um esforço maior do que está preparado. Aí faz uma contratura muscular”, explica  Lúcio Ernlund.

O tratamento, para ambos os casos, é a medicação contra a dor, relaxante, compressas quentes e fisioterapia. “Não tem gravidade, mas tem muita dor. Os dois, tanto atleta, quanto o sedentário, podem ter o mesmo quadro”, reforça.

LEIA TAMBÉM

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.