Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Gordura acumulada na barriga? A culpa pode ser da postura e não do sedentarismo

Má postura favorece músculos atrofiados e fracos que acumulam, além de flacidez, maior gordura na região do abdômen

Má postura pode colaborar com barriguinha indesejadaQuando nos jogamos na cadeira ou passamos muito tempo em uma posição 'viciada', favorecemos o enfraquecimento da musculatura e o acúmulo de gordura (Foto: Bigstock)

A barriga protuberante nem sempre é causada apenas pelo sedentarismo e pela alimentação desregrada. A má postura, condição que afeta cerca de 80% da população em algum nível, também é uma das responsáveis por essa percepção de aumento da gordura no corpo.

>> Não basta caminhar, é preciso “apertar o passo” para o exercício fazer efeito

Isso não significa, porém, que essa gordurinha não exista, ou que simplesmente ajeitando a postura, a gordura desaparecerá. Quando favorecemos uma má postura (jogando o corpo sobre a cadeira durante o expediente, por exemplo, e deixando assim ao longo do dia), a musculatura tende a se atrofiar, ficando cada vez mais fraca.

Esse músculo atrofiado tende a acumular, além da flacidez, gordura. Quando acumula gordura, faz com que piore a postura e a imagem corporal, especialmente no abdome, coxas, braços, locais onde o músculo não está funcionando adequadamente”, explica Rubia Benatti, professora do curso de Fisioterapia da Universidade Positivo, mestre em Ciências do Aparelho Locomotor e especialista em Fisioterapia Traumato Ortopédica Funcional.

Solução? Exercícios físicos

A melhor resposta é buscar por exercícios e atividades físicas que, além de melhorarem a postura, também favoreçam o fortalecimento dos músculos.

“Musculação, Pilates, natação. Todos os exercícios que promovem um fortalecimento muscular são bem vindos para corrigir isso. Não se trata apenas de fazer RPG (reeducação postural global). Essa é uma das técnicas, assim como o Pilates”, reforça Rubia Benatti, fisioterapeuta.

Exercícios para corrigir a postura e para fortalecer a musculatura, aliados a uma boa alimentação são imprescindíveis.

Cuidado com a coluna

Se o exercício físico, sozinho, não ajudar na redução da gordura acumulada e na melhora da postura, dê uma olhada na coluna vertebral. Benatti lembra que, em alguns casos, fortalecer alguma musculatura específica pode não surtir efeito se as informações, que deveriam ser repassadas pela raiz nervosa presente na coluna vertebral, têm essa transmissão afetada pela má postura.

“Quando há na coluna uma má postura, há uma compressão maior entre as vértebras nesta região. Por exemplo, a pessoa quer fortalecer o quadríceps, mas tem na região lombar uma compressão maior nas vértebras onde está a raiz nervosa que permite o fortalecimento do quadríceps. O aproveitamento do exercício pode não ser tão efetivo, portanto”, reforça a fisioterapeuta.

Corrigir a postura, portanto, é fundamental para o fortalecimento dos músculos e, consequentemente, redução da gordura.

Por que eu tenho má postura?

Estima-se que cerca de 80% da população mundial tenha alterações de postura, seja pelas posições que priorizam no ambiente de trabalho ou, principalmente, pela falta de prática de alguma atividade física.

“Cabeça e ombros são os locais mais comumente relacionados à má postura. Cabeça e ombros projetados anteriormente. Há também alterações na região lombar e pélvica. A pessoa, quando se senta, já desmorona a coluna na cadeira, e isso favorece a má postura”, explica Rubia Benatti, fisioterapeuta.

Um corpo bem preparado, através dos exercícios, não permite a instalação da má postura.

“Os sintomas que aparecem, dependendo das fases, são principalmente de dor e sensação de cansaço o tempo todo. A dor não ocorre no local de acúmulo da gordura, mas na musculatura que tenta corrigir a postura e não consegue. Se eu fico muito tempo sentada, a dor não surge no abdome, mas na lombar que tenta manter a postura”, diz Benatti.

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário