Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Ministério da Saúde não orienta uso de polvos de crochê para bebês

Apesar da recomendação, ministério não proíbe a prática. Órgão não reconhece os fins terapêuticos dos polvos de crochês para os prematuros

Foto: Divulgação/Maternidade Curitiba

Após diversas maternidades e hospitais no Brasil adotarem os polvos de crochê em unidades de terapia intensiva neonatais, o ministério da Saúde emitiu uma nota técnica na última sexta-feira (28) afirmando que não orienta a utilização dos polvos como instrumento terapêutico. Apesar disso, o ministério não proíbe o uso dos polvos com os bebês, contanto que sejam realizados os protocolos de controle de infecção hospitalar.

Sobre os tentáculos dos polvos remeterem ao cordão umbilical, o ministério afirma que as evidencias mostram que o cordão umbilical, a placenta e as paredes uterinas oferecem outros estímulos e sensações extras, como cheiro, sons, texturas, umidade e o pulsar.

Como opção terapêutica, ministério recomenda o método canguru para promover o bem-estar dos bebês prematuros internados nas UTIs neonatais. A técnica consiste no contato pele a pele entre a mãe e o bebê, favorecendo o vínculo afetivo, estabilidade térmica, estímulo à amamentação e o desenvolvimento do recém-nascido.

Neste método, o toque começa devagar até evoluir para a posição canguru. A posição tem este nome por acomodar o bebê de modo semelhante ao mamífero australiano, que coloca o filhote na bolsa abdominal. Ele é iniciado de forma precoce e crescente, por livre escolha da família, pelo tempo que mãe/pai e bebê entenderem ser prazeroso e suficiente.

A nota destaca ainda que, por muito tempo, a utilização de brinquedos nas incubadoras era proibida, mas o ministério reconhece que o seu uso traz benefícios aos bebês prematuros. Neste caso, o órgão diz que podem ser vários formatos de brinquedos, não exclusivamente os polvos de crochê.

Leia também:

Pai cria técnica que faz bebê parar de chorar em 10 segundos

Silêncio total para o bebê dormir é um erro! Veja mais mitos

Falar sempre com o bebê é imprescindível

8 recomendações para você

Deixe seu comentário