PUBLICIDADE

Saúde e Bem-Estar

Sentir sede indica desidratação? Mitos e verdades sobre a quantidade certa de água

Neste Dia Mundial do Rim, o Viver Bem separou os sinais que indicam a falta de água no organismo, e como se manter hidratado

(Foto: Bigstock)

Tomar dois litros de água por dia não é uma recomendação que cabe a qualquer pessoa, embora seja uma máxima ouvida por todos. O clima da cidade onde se vive, a prática de exercícios físicos e o metabolismo de cada pessoa influencia nessa quantidade considerada “certa”. Da mesma forma, sentir sede não significa, necessariamente, uma desidratação, mas é sinal que o corpo pede por água, sim.

Nesse Dia Mundial do Rim, lembrado todo 8 de março, o Viver Bem separou alguns mitos e verdades sobre o consumo de água, conforme as dúvidas mais ouvidas pelos especialistas. Confira!

>> Você está tomando a quantidade suficiente de água?

>> Dicas para potencializar a rotina de beleza além dos produtos cosméticos

Xixi de cor escura indica falta de água

Verdade. Esse é o primeiro aspecto que deve ser avaliado pela pessoa quando se busca saber se está tomando, ou não, uma quantidade certa de líquidos. Se a urina vier em pouca quantidade ou estiver num tom mais escuro que o normal, que denote uma maior concentração,  isso é sinal de que o corpo precisa de mais água.

Da mesma forma, tente se lembrar da última vez que você fez xixi. Se não conseguir, está na hora de tomar água.

Não tomar água pode causar tontura durante um exercício físico 

Verdade. Quando a pessoa não tem uma ingesta adequada de água para o seu organismo, a sensação de tontura durante ou depois da prática de exercício físico é comum. Antes de começar um treino, durante e depois do exercício, lembre-se de encher a garrafinha.

Todo mundo deve tomar dois litros de água todos os dias

Mentira. Não existe uma quantidade certa de água que seja indicada a todas as pessoas, visto que o valor varia conforme o clima do local onde se vive, da prática de exercícios físicos e do metabolismo de cada um. A literatura médica recomenda entre um a dois litros, mas há quem seja mais específico: 35 ml por quilo, no mínimo.

Além de estar mais hidratado, tomar água ajuda na prevenção de infecções respiratórias. A umidade do nariz e da boca serve de barreira contra essas infecções.

Idosos sentem menos sede

Verdade. Idosos têm a percepção da sede reduzida, em comparação a crianças e adultos jovens. Isso não significa, no entanto, que eles precisem de uma quantidade de água menor. Idosos sofrem de desidratação com mais frequência que adultos ou crianças por conta dessa dificuldade, e familiares precisam ficar mais atentos.

Só água ajuda a hidratar o corpo

Mentira. Chás, sucos, água de coco também são boas fontes na hora de hidratar, mas não exagere. Se puder escolher algo para matar a sede, prefira água normal. Se tomar em excesso outros líquidos, a pessoa pode desenvolver problemas diferentes, como condições renais importantes — como no caso do suco de laranja em excesso.

Crianças com diarreia precisam de água

Verdade. Por serem menores e com pouco peso, quando as crianças apresentam um quadro de diarreia precisam repor com rapidez a perda de água. Fazer uma atividade física mais intensa ou tomar pouca água ao longo do dia também afeta a hidratação do corpo. Pais devem ficar atentos.

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE