i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Saúde e Bem-Estar

Para uma vida mais saudável, antecipe o jantar e atrase o café da manhã

Estudo da Universidade de Surrey analisou a rotina alimentar de pessoas que tomavam o café da manhã mais tarde e o jantar mais cedo e teve resultados positivos para a saúde

  • PorDa Redação
  • 18/01/2016 11:00
(Foto: VisualHunt)
(Foto: VisualHunt)| Foto:

Comer em intervalos maiores pode ser mais saudável do que no tradicional “de três em três horas“. Em um estudo da Universidade de Surrey, na Grã-Bretanha, 16 pessoas foram recrutadas para mudarem os hábitos alimentares durante 10 semanas, com o apoio da equipe da BBC. Os voluntários foram divididos em dois grupos, e tiveram a gordura corporal, o nível de açúcar no sangue, os triglicérides e o colesterol medidos.

Enquanto um grupo manteve a alimentação nos mesmos horários e sem nenhuma mudança drástica, o outro passou a tomar o café da manhã 90 minutos mais tarde e antecipou o jantar em 90 minutos também. Todos os dias durante três horas esse segundo grupo ficou em jejum – ao contrário do primeiro grupo, considerado o grupo controle do estudo.

Os participantes tiveram de registrar em um diário as horas de sono de todos os dias e quais eram as suas refeições, para ter certeza de que estavam consumindo a mesma quantidade de alimentos que consumiam todos os dias. No fim das 10 semanas, o grupo que mudou os horários das refeições perdeu, em média, mais gordura corporal e teve quedas maiores nos níveis de açúcar e de colesterol do que o outro grupo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.