Efeito casamento real: fluxo de turistas para a Inglaterra tem aumento em maio

Aeroporto de Heathrow, em Londres, recebeu quase sete milhões de passageiros em maio – mês do casamento real britânico

Casamento Real entre o príncipe Harry e Meghan Markle aumentou o número de turistas que passaram pelo aeroporto de Heathrow, em Londres, durante o mês de maio (Foto: Divulgação / Royal Collection Trust)

Quase sete milhões de passageiros (6,7 milhões) passaram pelo aeroporto de Heathrow, em Londres, durante o mês de maio e a justificativa do aeroporto é clara. O casamento real entre o príncipe Harry e a plebeia norte-americana Meghan Markle, hoje duque e duquesa de Sussex, impulsou o fluxo de turistas.

>> Como visitar a capela e o castelo que recebeu o casamento de Meghan Markle e Harry

De acordo com informações do aeroporto, foi registrado um aumento de 3,1% no número de passageiros, especialmente vindos dos Estados Unidos (país de origem da noiva). Foram 5% de aumento no número de turistas norte-americanos indo para Londres até Windsor, cidade a 35 km da capital britânica, onde o casamento foi celebrado.

A pequena cidade comemora o aumento no número de turistas, visto que boa parte da economia depende da atividade: e a  principal atração, mesmo antes do casamento real, é o castelo de Windsor – o maior e mais antigo ocupado do mundo —  39 monarcas viveram por lá.

Casa da rainha

Windsor é também o castelo favorito da rainha Elizabeth II para passar os fins de semana e é onde ela recebe a corte, mas também artistas pop.  Atrizes como a Hellen Mirren (que já interpretou a própria rainha em um filme) e Judi Dench, além da cantora Kylie Minogue e o “sir” Elton John, amigo da família, já estiveram por lá.

Harry e Meghan se casaram no castelo de Windsor na manhã do dia 19 de maio e, logo no dia seguinte, os turistas puderam visitar o local.

A capela St. George’s Chapel também pode ser visitada pelos turistas durante o passeio pelo castelo de Windsor (Foto: Divulgação / Royal Collection Trust)

Conheça Windsor

O castelo de Windsor tem mais que suntuosas estruturas para impressionar os turistas. A capela St. George’s Chapel, local do casamento real, é o lar espiritual da Ordem Jarreteira, a mais antiga da Cavalaria Britânica e lá o turista consegue ver os túmulos de 10 monarcas, como o Henrique VIII.

Salões decorados com as obras de arte da coleção Real, uniformes e porcelanas são algumas das atrações, além da casinha de brinquedo da rainha Mary, feita pelo arquiteto Edwin Lutyens entre 1921 e 1924. O brinquedo é cheio de detalhes, inclusive com eletricidade e água.

O ingresso para visitar o castelo é de 21 libras (cerca de R$ 104). Quem estiver hospedado em Londres pode ir até a cidade com o transporte público (trens partem das estações de Waterloo e Paddington) ou com pacotes fechados com empresas de turismo, que levam de van ou ônibus.

Troca da guarda real no castelo de Windsor (Foto: Divulgação / Royal Collection Trust)

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário