Florianópolis organiza show de fogos sem barulho para o Réveillon

Serão 15 minutos de queima de fogos de artifício com menos estampidos, para não prejudicar pets e pessoas com autismo

Réveillon FlorianópolisA mudança no show de fogos foi feita após muitos pedidos de tutores e pais de crianças autistas. Foto: Cristiano Andujar / Prefeitura de Florianópolis.

O show de fogos de artifício no Réveillon de Florianópolis deste ano será maior e menos barulhento, para não prejudicar animais de estimação e pessoas com autismo. A queima vai durar 15 minutos e terá ainda um show de águas com projeção audiovisual.

A mudança veio após diversos pedidos feitos por tutores de animais de estimação e pais de crianças com autismo, afirmando que eles ficam nervosos e agitados com o barulho. Segundo o secretário municipal de Turismo, Juliano Richter Pires, a prefeitura pediu às empresas a substituição dos fogos usados na festa.

>> Saiba como proteger seu bicho de estimação dos fogos de artifício

“Há tempos nós já tínhamos esta demanda por mudanças no show de fogos. Recebemos fotos e vídeos mostrando como os cães e as crianças ficam agitados com o barulho, e decidimos usar a menor quantidade possível de fogos que a tecnologia permitir”, fala.

O show de fogos da Avenida Beira Mar Norte terá quatro balsas com explosivos – uma a mais do que no réveillon passado. Mesmo com um equipamento a mais, o uso de bombas silenciosas vai garantir uma festa menos incômoda. A apresentação poderá ser vista da ilha e do continente.

Audição apurada

Cão deitado

Tutores precisam tranquilizar os bichinhos de estimação durante os shows de fogos de artifício. Foto: VisualHunt.

O uso de fogos de artifício com barulho atenuado (que utilizam uma técnica química que faz o explosivo queimar mais lentamente, o que evita o estampido alto) está aos poucos chegando ao Brasil e tornando as noites de ano novo um pouco mais tranquilas para os tutores. O médico veterinário Luiz Felipe Ximenes Cibin conta que os animais de estimação sofrem em demasia com os explosivos.

Os fogos de artifício silenciosos utilizam uma reação química que faz o explosivo queimar mais lentamente e evitar estampidos mais barulhentos. É uma técnica diferente dos tradicionais, onde bombas são utilizadas para acionar os rojões de uma só vez.

“A audição deles é muito mais apurada que a dos humanos, principalmente de cães e gatos. O barulho de fogos é extremamente alto e chega a ser até mesmo dolorido dependendo da proximidade”, explica.

>> Erros que você comete ao tentar acalmar o cachorro dos fogos de artifício

Luiz recomenda algumas medidas preventivas que os tutores podem iniciar com antecedência para diminuir o desconforto dos pets, como o de simular o barulho dos fogos para que ele se habitue. “Ele tem que associar que não é uma coisa ruim, e ser condicionado desde filhote de que os fogos não vão maltratá-lo”.

Para os animais de estimação que já têm traumas com os fogos,  Luiz Felipe indica que os tutores procurem um veterinário e realizem um tratamento com medicamentos homeopáticos tranquilizantes dias antes da festa. Na hora da queima de fogos, coloque os animais em um ambiente calmo e de uma iluminação amena.

Novas atrações

Réveillon Florianópolis

A queima de fogos poderá ser acompanhada na Beira Mar Norte da ilha e do continente, como foi em 2017. Foto: Prefeitura de Florianópolis/divulgação.

Além do show de fogos com menos barulho, o Réveillon de Florianópolis terá um palco com apresentações de artistas locais e uma projeção audiovisual no mar.

“Duas bombas irão projetar um paredão de 20 metros de largura por 10 metros de altura na orla da avenida, com uma exibição audiovisual que, na teoria, deve abafar o pouco que tiver de estampidos dos fogos”, completa o secretário.

>> Veja como cidades pelo mundo comemoram o Ano Novo

A expectativa é de que mais de 100 mil pessoas acompanhem a chegada do ano novo na Beira Mar Norte da ilha e do continente. Outras 10 praias de Florianópolis terão shows de fogos, como os Ingleses, Campeche, Tapera e Lagoa da Conceição.

A Prefeitura pretende, ainda, fazer um chamamento público para credenciar vinícolas catarinenses que queiram vender espumante durante a festa, com garrafas custando no máximo R$ 40.

LEIA TAMBÉM:

8 recomendações para você

Deixe seu comentário