Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
20/05/2016 – Brasil – Preço em alta de remédios puxa prévia da inflação para março que deve fechar em +0,86%, remédios ficaram em média 6,5% mais caros.
Remédio vermífugo teria tido bom resultado no combate ao vírus em fases iniciais da doença.| Foto: Arquivo Creative Commons/Arquivo Creative Commons

Terça-feira (2) foi um grande dia. O Ministério Público Federal em Goiás endossou uma nota técnica firmada por quatro brilhantes pesquisadores brasileiros que nos orgulham, com 117 páginas, sobre o tratamento precoce e a prevenção com os remédios que nós todos conhecemos. Mas, uma nota científica de primeiríssima ordem, com todas as referências, todas as experiências, todos os resultados de altíssimo valor científico.

Endossando essa nota, ontem o Ministério Público compartilhou com o Conselho Federal do Ministério Público (CNMP), com o Ministério Público de Goiás, com o Tribunal Regional do Trabalho, com o Tribunal de Justiça, com a Defensoria Pública da União em Goiás, com órgãos públicos de Goiás em geral demonstrando que avaliza essa nota técnica sobre o tratamento precoce e sobre a prevenção.

É o momento do desespero nesse país e a gente não sabe o que vai acontecer com as novas linhagens do coronavírus que estão se desviando de vacinas para atingir a célula onde se reproduzem.

Oportunidade

Agora, queria registrar uma nota sanitária e política ao mesmo tempo. Diz respeito à oportunidade que aparece uma vez na vida. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, quando era candidato à presidência da República, em 1989, aparecia montado em um cavalo. Pois, neste momento, o cavalo simbólico encilhado está passando na frente do Palácio do Governo do estado de Goiás. É o momento do governador, que é médico, abraçar essa causa e mostrar para o mundo, mostrar a presença de Goiás para o mundo atacando o coronavírus. É a oportunidade que apareceu.

Combate à Covid-19

Em Santa Catarina, por exemplo, eu recebi ontem um telefona de uma médica desesperada em que é preciso de alguma orientação, diagnóstico, porque as pessoas aparecem nos postos de saúde e hospitais e, por causa da lotação, são mandadas para casa. Mas já estão na fase 2, 2A, ainda no início em que - segunda a médica - deve haver uma dose muito forte de corticoide, de antibiótico, depois e, se for o caso, de anticoagulante oral, já que a pessoa não é tratada no hospital onde deveria estar pra ir pra casa tratada.

E a médica me disse que é incrível as pessoas encaminhando-se para uma solução, para um final drástico de sofrimento e quem sabe morte. Mas há esperança em Santa Catarina. No município de Pinhalzinho, por exemplo, eu fiquei sabendo que o Ministério Público, de novo o Ministério Público, reuniu o pessoal do SUS e pediu o depoimento dos médicos. E, a partir daí, o município tem uma maneira diferente de encarar a Covid-19, com tratamento precoce e com a prevenção de medicamentos que todos conhecemos.

Desembargadores presos

Eu queria terminar com um registro de vergonha, de tristeza, da Polícia Federal prendendo desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho no Rio de Janeiro: Antônio Carlos de Azevedo Rodrigues, Fernando Antônio Zorzenon da Silva, José Fonseca Martins Jr. e Marcos Pinto da Cruz, este último em uma mansão no Jardim Botânico era o principal. Com vantagens indevidas, pagamentos, corrupção, lavagem - que vergonha -, e todos juntos com o governador Witzel que, por sua vez, era juiz de Direito. Que coisa vergonhosa. Envolvendo empresas de transporte urbano: Transcarioca, Santa Cruz, Intersul, Internorte. E organizações sociais: Pró-Saúde, a Átrio Service, a MPE Engenharia. Que vergonha, é uma coisa incrível.

Eu queria contar pra vocês que eu vi uma notícia no Correio Braziliense de ontem em que o ministro Fachin dizendo que a democracia é atacada. Ele disse: "a democracia brasileira está sob ataque, as conquistas do Estado de Direito democrático e da legalidade constitucional estão ameaçadas". Foi em uma palestra na OAB. Aí ele disse também: "não nós imuniza por completo do vírus do autoritarismo como hoje assola o país com ameaças ao sistema eleitoral brasileiro e a própria democracia. Eu pensei que ele tava criticando o Supremo, mas não, parece que ele queria criticar o governo, o presidente da República. Aí eu lembro de Lenin: acuse-os do que você faz.

92 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]