i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Cristina Graeml

Foto de perfil de Cristina Graeml
Ver perfil

"A meta de uma discussão ou debate não deveria ser a vitória, mas o progresso". Joseph Joubert.

Congresso Internacional

Professores de Direito denunciam cerceamento à liberdade de expressão acadêmica

  • [17/08/2020] [13:50]
Congresso internacional online promete esclarecer equívocos jurídicos sobre temas como poligamia e ideologia de gênero. |Imagem ilustrativa
Congresso internacional online promete esclarecer equívocos jurídicos sobre temas como poligamia e ideologia de gênero. |Imagem ilustrativa| Foto: Pixabay / Reprodução

Em tempos de "inquérito do fim do mundo", definição do ministro Marco Aurélio Mello para o inquérito do colega Alexandre de Moraes que ressuscitou o fantasma da censura no Brasil, não é de se estranhar a realização de um Congresso Internacional sobre a Liberdade de Expressão Acadêmica.

Mas dois pontos chamam especial atenção no evento online que acontecerá esta semana (de 19 a 21 de agosto). O primeiro é que ele escancara não a preocupação com as ameaças à liberdade de expressão em geral, mas especificamente com a liberdade de professores universitários discutirem ideias de forma ampla. E professores da área do Direito.

O segundo ponto é que não envolve só professores de universidades brasileiras, onde, já se sabe, há domínio de grupos de esquerda tentando calar quem se opõe a qualquer ideia dita "progressista" (na verdade, ideias permissivas e retrógradas). Renomados juristas de mais seis países, além do Brasil, confirmaram presença no congresso: Argentina, Estados Unidos, Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, uma evidência de que também no exterior professores conservadores vêm sofrendo coação no meio acadêmico.

"Estamos muito preocupados com o cerceamento que vem ocorrendo quanto à liberdade de nossa expressão sobre a Família, entre outros temas relevantes, nas Academias de Direito do Brasil e de outros países", diz Regina Beatriz Tavares da Silva, presidente da Associação de Direito de Família e das Sucessões (ADFAS), organizadora do Congresso.

"Acadêmicos vêm sendo atacados em suas cátedras ao defender suas posições de preservação da Família – especialmente no casamento e na união estável monogâmicos – e ao esclarecer o verdadeiro significado da ideologia de gênero, entre outros cerceamentos indevidos à liberdade de expressão."

Regina Beatriz Tavares da Silva, pres. ADFAS

Ela cita o exemplo da poligamia, que muitos insistem em chamar de "poliamor", eufemismo para tentar fazer parecer bonito e natural algo que é imoral e ilícito. Como o tema é discutido em teses acadêmicas sem espaço para o contraditório, o congresso será uma oportunidade de trazer a público esclarecimentos e alertas dessa e de outras ideologias que não só prejudicam a pessoa humana, como são ilegais.

"Surgiu agora a ideia de que contratos familiares de natureza privada poderiam ser celebrados com absoluta autonomia de vontade por pessoas que queiram “modelos” de desinstitucionalização da Família. Isso choca os mais jovens estudantes de Direito, porque discrepa de todo o ordenamento jurídico", diz a presidente da ADFAS, que é doutora em Direito pela Universidade de São Paulo (USP).

A ideia, citada pela organizadora do congresso, prega que os direitos oriundos do casamento e da união estável, como o direito à fidelidade, poderiam ser renunciados, o que daria a cada família o seu próprio direito de família.

"Cada pessoa direcionaria sua afetividade a quem bem atendesse, podendo praticá-la livremente, mesmo que vivesse em união estável ou casamento, em paradoxo até mesmo com supostas obrigações contratuais assumidas e propostas por essa ideia", afirma a Dra. Regina Beatriz.

"Essas relações não encontram apoio na sociedade e não constituem família consoante a Constituição da República Federativa do Brasil (art. 226). Nossos costumes são monogâmicos e não poligâmicos. Quem vive relação com duas ou mais pessoas, ainda que com o consentimento de todos os partícipes, ou se relaciona com pessoa casada ou que vive em união estável, não tem direitos familiares e outros congêneres. Quem vive na mancebia, inclusive, pratica ato ilícito."

Regina Beatriz Tavares da Silva, pres. ADFAS

Este será o segundo congresso internacional online promovido pela ADFAS durante a pandemia para discutir a liberdade de expressão acadêmica. Entre os palestrantes estarão professores de várias universidades brasileiras, além de professores das universidades de Londres (Inglaterra), Buenos Aires e Del Salvador (Argentina), Coimbra (Portugal), Valência (Espanha), Camerino (Itália) e do International Federation for Family Development (Estados Unidos).

As palestras serão à tarde, entre 13h e 17h, de quarta (19) a sexta (21). Mais detalhes aqui.

8 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]
Tudo sobre:

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 8 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • E

    Edmundo Escrivão Filho

    ± 4 dias

    Parabéns e obrigado Cristina por contar este assunto. Esperamos uma outra reportagem sobre os pontos centrais discutidos no congresso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Maquiavel

    ± 5 dias

    Esquerdista é o ser mais asqueroso é repugnante que pode existir

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Cético

    ± 5 dias

    Quem salvará a humanidade de nós, humanos?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Tarcísio Gomes de Paula Pessôa

    ± 6 dias

    A desonestidade intelectual aliada á ideologia, formam essa massa disforme intitulada “progressistas”, que objetiva uma reforma social racionalista, aos moldes jacobinos. Merecem o mesmo destino.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    SERGIO RODRIGUES MARTINS

    ± 6 dias

    A que ponto chegamos!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JJP

    ± 6 dias

    aqui é assim, professor petista, comunista, esquerdista, pode falar o que quiser na sala de aula. Se tiver um pensamento - mesmo que um pouco - diferente, daí caem de pau em cima dele. aqui só professor petista, comunista, esquerdista 'tem vez', isso é uma vergonha, principalmente nas universidades públicas, se o não for de esquerda o professor está ferrado, frito, patrulhamento ideológico nele! afinal é dessa forma que a esquerdalha e os comunas agem onde tem democracia.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    DENISSON HONORIO DA SILVA

    ± 6 dias

    Cristina, que insight!!Esta censura se dá ou de maneira escancarada ou subrepticia e em todos da àrea de humanas. Estava eu lendo sobre a Teoria da Dependência, do FHC. Este trabalho foi criticado por não assumir um viés marxista. Imagine, este grande pensador ser perseguido por renegar MARX, e o que se pode depreender de uma perseguição que um professor que comungue liberais como Schmidt, Bastiat e Raymond Aron? Eu sugeriria a você, se possivel, um entrevista com o ex-presidente FHC. Destrinchar o livro Capital e Escravidão, porque em seu entendimento, ao que parece, a riqueza paranaense se deve apenas a escravidão , estamento e patrimonialismo. Uma visão ainda marxista dele.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Mario José Javarys

    ± 6 dias

    A cada leitura desses artigos ficamos mais convencidos do estrago que a esquerdopatia fez ao pais em todos os sentidos para a transformação numa grande nação . Uma grande parte da população esteve totalmente cega,me incluo nessa.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.