i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Filipe Figueiredo

Foto de perfil de Filipe Figueiredo
Ver perfil

Explicações para os principais acontecimentos da política internacional

Estados Unidos

A ruptura e o futuro do Trumpismo

  • Filipe FigueiredoPor Filipe Figueiredo
  • 12/01/2021 08:50
Apoiadores do presidente americano Donald Trump protestam em frente ao Capitólio, Washington DC., em 6 de janeiro
Apoiadores do presidente americano Donald Trump protestam em frente ao Capitólio, Washington DC., em 6 de janeiro| Foto: ALEX EDELMAN / AFP

O dia seis de janeiro de 2021 já é um dia na História dos EUA. Apoiadores de Donald Trump, abastecidos com a retórica agressiva de alguém inconformado com a derrota eleitoral, alimentando teorias da conspiração de uma suposta fraude que não foi provada em mais de sessenta recursos jurídicos, invadiram o Congresso dos EUA para "salvar a América" da contagem de votos do Colégio Eleitoral. Alguns dos integrantes, mais caricatos, viralizaram, pela sua aparência, fazendo parecer com que o episódio não tenha sido violento. O cerne da turba, entretanto, era formado por pessoas vestidas para combate, desejando enforcar o vice-presidente Mike Pence. Cinco pessoas morreram, incluindo um policial, chamado Brian Sicknick, agredido pelos apoiadores de Trump. As imagens correram o mundo e esse dia pode representar um divisor de águas na política dos EUA.

É importante frisar que tudo o que foi escrito nessa introdução é fato. Não é "narrativa", não é "versão da esquerda" ou qualquer sandice do tipo. São os fatos, empíricos e comprováveis. Eram apoiadores de Trump os integrantes do ataque terrorista, não opositores ou "antifa", como alguns, compradores das sandices pró-Trump a qualquer custo, chegaram a alegar. Não há prova alguma de "infiltrados", ao contrário, há prova da mudança de discurso quando do malogro da ação incentivada por Trump, assim como abundam evidências do uso de símbolos e vestimentas de ideologias nazifascistas. Novamente, isso é um fato. Não significa que todo simpatizante de Donald Trump e de seu governo seja um fascista ou um supremacista branco, mas o fato é que essas pessoas estavam lá. Também é fato que a inteligência militar dos EUA classifica, desde a década de 1990, as milícias armadas de extrema-direita como a maior ameaça terrorista doméstica.

E o leitor não precisa acreditar em mim, pode consultar fontes como este artigo de Arie Perliger, então professor em West Point, ou este documento de 2019 do Congresso dos EUA. Retornando aos fatos. O discurso de Trump foi agressivo e incentivou a turba, basta ler as palavras dele e verificar isso. As palavras dele foram movidas pela sua negação da realidade de que sofreu uma derrota eleitoral, mesmo tendo recebido uma quantidade enorme de votos. Também é fato que a campanha de Trump entrou com 67 processos contra resultados eleitorais e não venceu nenhum. Nenhum sequer. É necessário muito apego a um político para achar, por exemplo, que ocorreu uma conspiração anti-Trump na Geórgia, estado tradicionalmente conservador, sob governo republicano ininterrupto desde 2003 e com todos os juízes do supremo tribunal estadual nomeados por republicanos.

Também é fato que Mike Pence era um dos alvos principais, visto como traidor, devido uma incorreta interpretação da lei, acreditando que ele teria poderes, sozinho, para interromper a contagem dos votos. Infelizmente, até lideranças políticas brasileiras, como o caricato chanceler Ernesto Araújo, aderiram a essas alegações infundadas. Outro fato é que a desconfiança do processo eleitoral foi em boa parte causada por desinformação veiculada propositalmente por indivíduos ideologicamente simpáticos a Trump ou afetados por teorias da conspiração como a QAnon. Sendo que a derrota de Trump é perfeitamente e razoavelmente explicável, num cenário que se desenhou por meses, sendo citado aqui no nosso espaço. Não é necessário ginástica retórica nem grandes conspirações mundiais.

Discurso de fraude

Replicando trechos de coluna de setembro, chamada Um raio-X da disputa entre Trump e Biden: "Em suma, as pesquisas apontam vantagem de Biden, mas uma vantagem numérica no voto popular não necessariamente implica vitória no colégio eleitoral, ainda mais com Trump contando com eleitorado fiel e bem espalhado geograficamente (...) O voto pelo correio, em teoria, beneficia Biden. O eleitor que não levantaria do sofá por ele não precisará mais fazer isso. Isso torna a vantagem numérica dele mais significativa, assim como a rejeição de Trump. Por outro lado, Trump está focando sua campanha justamente nisso, para equilibrar a disputa nos votos pelo correio, chamando a atenção de seus eleitores para que fiquem atentos na via eleitoral de sua região."

Já era sabido que Biden teria a maioria do voto popular e que o voto pelo correio, ampliado em decorrência da pandemia, o favoreceria, já que ele não mexe com as paixões de ninguém, ao contrário de Trump. Quanto mais eleitores, pior para Trump. Dito e feito. Em 2016 ele também teve menos votos individuais do que Hillary. Foi a eleição com maior comparecimento eleitoral desde 1900. As pessoas votaram ou por Trump ou contra Trump, ninguém votou por Biden. Esses são os fatos. Novamente, é o cenário que já se desenhava e que se concretizou, e ele tem motivos para ter acontecido dessa maneira, e precedentes que embasaram esse cenário. Recusar a realidade da derrota é um delírio egocêntrico de Trump que colocou todo seu país em polvorosa.

Diversas lideranças do partido republicano reconheceram a vitória de Joe Biden, assim como várias figuras importantes da direita pelo mundo. O premiê de Israel, Benjamin Netanyahu, por exemplo. Um conservador que é abastecido por um dos mais reconhecidos serviços de inteligência do mundo. E, ainda assim, parabenizou Joe Biden pela vitória dias depois da eleição. Será realmente possível alguma grande conspiração mundial de esquerda para fraudar a eleição de Trump e que Netanyahu não saiba nada? Mais, que ele seja um participante? Bastante improvável, convenhamos.

Depois da ruptura que foi o dia seis, resta perguntar: qual será o futuro do Trumpismo? Hoje, existem duas possibilidades. Uma é ele se tornar a vertente majoritária dentro do partido republicano, contra a resistência de lideranças tradicionais, como a família Bush, e nomes mais moderados, como Marco Rubio. Outra é a formação de uma terceira via nos EUA, similar aos anos 1960, quando George Wallace rompeu com os democratas por não concordar com a lei dos direitos civis e saiu candidato em uma plataforma pró-segregação. Foi uma das poucas vezes que um terceiro candidato levou votos no Colégio Eleitoral. Pouco depois, entretanto, ele foi fagocitado de volta ao sistema bipartidário, ou seja, um "Partido Trump" provavelmente seria uma medida de curto prazo. De qualquer maneira, as coisas não serão como antes.

15 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 15 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • O

    Otasito Sanches Tavares

    21/01/2021 16:24:19

    Ótimo texto, relata a conturbada situação política americana, que de alguma forma também acontece por aqui. A atuação intempestiva de Trump arranha a imagem dos EUA perante o mundo e sua saída representa a vitória do bom senso e do diálogo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • A

      Almir Pereira

      21/01/2021 2:26:52

      Que me desculpe a diretoria da Gazeta do Povo, mas o envio desta proposta chega a ser indecente. Este Felipe Figueiredo é muito ruim, mais um representante da "esquerdalhada", que só quer ver o circo pegar fogo. Estava buscando alguma coisa útil na Gazeta do Povo e ela me vem com uma proposta para um curso de política internacional neste nível. Achei um absurdo o que li! Sugestão: convidem o Fiúza ou o Zé Maria da Jovem Pan.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • E

        Eden Lopes Feldman

        14/01/2021 14:38:17

        Embora reconhecendo que Trump errou severamente na sua forma de questionar o resultado da eleição, pelo simples fato de não ter apresentado provas de fraudes, acredito que neste texto faltou citar o que a grande mídia progressista americana , suas universidades e os famosos artistas fizeram para minar a campanha de Trump. Neste momento, acho mais importante entender a "esquerdização" americana do que se preocupar com a derrota de Trump. Que se tornou a derrota do conservadorismo. E ainda faltou uma análise profunda do eleitorado americano que apoia Trump(não centrando nos grupos radicais). Que querem o fim das guerras e a valorização da sua industria e comércio.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • F

          Franendireita Br

          13/01/2021 21:15:10

          Felipinho, você é um esquerdopata Zinho corno... não vale a pena comentar a sério qualquer coisa que saia de dentro dos seus dois neurônios... não vale a pena! Pra tua laia o único comentário válido: Vai dar pra quem tem tempo! Tá falado!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • G

            gilson r c de oliveira

            13/01/2021 14:58:57

            Os indícios de fraude na eleição são conhecidos e numerosos(os republicanos, a mídia e o judiciário preferiram ignorar). Já dizer que a retórica de Trump incentivou a invasão depende de um enorme salto. Ou ele controla a turba e ordenou o ataque(sim eu quero ver um tuíte dele dizendo expressamente isso) ou as pessoas tiveram iniciativa própria.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • L

              Leonardo Alves

              12/01/2021 23:23:14

              Não adianta, tal como o bolsonarismo e outros movimentos nacionais populistas de direita , o trumpismo veio pra ficar, e ele é uma reação reacionaria aos excessos progressistas do outro lado . E ambos são nocivos a democracia liberal .

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • R

                Rodrigo Paulinelli

                12/01/2021 22:23:32

                Felipe, some a sua análise estas informações: Trump conhece a política financiando os Clintons. Entra para a política em um partido sem líder e sem discurso. Como celebridade e um discurso pontual adotou a estratégia de bater para colher. Nas eleições de 2018 tiveram 5 governadores Republicanos declaradamente opositores a ele, incluindo a Georgia. Alguns Estados permitem a contagem dos votos em sala fechada, sem participação de fiscais. O Vice Pense foi uma imposição dos perdedores da eleição prévia de 2016. Este caldo está fervendo. Republicanos sentindo o gosto da vingança e oposição com sangue de impedimento político para a próxima eleição. É a democracia em ação. Vai um xadrez aí?

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • D

                  DENISSON HONORIO DA SILVA

                  12/01/2021 20:03:42

                  Desculpe-me o articulista. A descrição dos fatos jornalísticos é insuficiente. Deveria ter se debruçado e aprofundado sobre as características da sociedade urbana e rural americanas. Eu não tenho conhecimento de historiadores americanos, não posso opinar. Mas já li Tocqueville, Democracia na América, que lança luz sobre aquela sociedade. A crítica de um leitor é pertinente. Precisa embasar mais. Pois parece apenas uma torcida contra o fascista, racista e misógino presidente americano. Tome cuidado, professor. Os leitores da Gazeta são diferenciados.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • T

                    TIAGO SILVA

                    12/01/2021 18:49:04

                    Ótimo Artigo! O Partido Repulicano precisa se reinventar. O Trumpismo foi o fundo do poço e a escória. A Direita tanto lá como ca, precisa sair so populismo. Chega de Trump e Bolsonaro, já causaram muito estrago em pouco tempo.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • O

                      osvaldo americo

                      12/01/2021 17:54:43

                      Fraquinho em filho. Acho que vc deveria ir para o G1 onde o pessoal lá é mais bobinho.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      1 Respostas
                      • J

                        Jane M Zatoni

                        13/01/2021 0:47:05

                        Tinha que ser graduado em historia pela USP!

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                    • F

                      Fabiano Telatin

                      12/01/2021 17:50:16

                      Você mente no segundo parágrafo quando diz que o primeiro trata da "verdade" e não de narrativa ou versão progressista, pois mente no primeiro parágrafo quando diz "abastecidos com a retórica agressiva de alguém inconformado com a derrota eleitoral". Trump não abasteceu com retórica agressiva ninguém. Se ouvir todas as falas antes do fato abominável acontecer, ele não incitou ninguém. Lamentável como, com retórica de portador da verdade, induz à mentira.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • J

                        Joviana Cavaliere Lorentz

                        12/01/2021 16:41:02

                        Tem gente que engole fraude como iguaria. Vergonha alheia por quem não usa seus neurônios.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • T

                          TIAGO

                          12/01/2021 16:37:16

                          "da ação incentivada por Trump" - Narrativa do partido democrata, aceita por colunistas adeptos ou subservientes ao pensamento de esquerda. É mentira, FAKE NEWS, que Trump incentivou a invasão.

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • L

                            LSB

                            12/01/2021 13:55:48

                            Qualquer um que critique a ocupação do Capitólio sem apontar a origem deste comportamento anti-democrático (baseado em ocupações, invasões e violências de todo tipo) na esquerda (que, historicamente, adotou e adota, justificou e justifica, utilizou e utiliza e legitimou e legitima, por décadas e ainda mais hoje, a violência - cinicamente chamada pelo eufemismo “luta” - para obter suas “conquistas”), não merece ser levado a sério!

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            Fim dos comentários.