i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

GazzConecta Colab

Foto de perfil de GazzConecta Colab
Ver perfil
Crescimento de 35%

Pequenas e médias empresas alavancam migração para serviços em nuvem

Quarentena revela que caminho para a nuvem vem de baixo para cima e que a solução veio para ficar já que uma de suas características é a disponibilidade.

  • PorGabriel Ortiz*
  • 15/06/2020 10:46
Pequenas e médias empresas alavancam migração para serviços em nuvem
| Foto: Freepik

O período delicado que vivemos está marcado pelo forte movimento digital e pela definição de bases para o “novo normal” nas relações de trabalho. A adaptação às pressas do home office e o salto digital que o isolamento social impôs aos negócios deu luz ao que já era uma tendência antes: a migração para a nuvem. Dados da IBM e Barclays apontam que o modelo em nuvem cresceu 35% no último ano no Brasil, e acredito que o atual momento deve alavancar esse número.

Se antes mesmo da pandemia esse caminho para a nuvem já estava acontecendo, está claro também que ele vem de baixo para cima. Segundo dados do relatório Global Cloud Computing Scorecard, o Brasil é o maior investidor em serviços de nuvem da América Latina, mas com baixo índice de aproveitamento dos benefícios relacionados à escalabilidade. Sem dúvida, em um curto espaço de tempo o sucesso das pequenas e médias empresas será a vitrine a alavancar o mesmo processo para as demais.

Isso porque, de acordo com o relatório ISG Provider Lens™ 2019 Public Cloud, a grande migração para serviços em nuvem (SaaS, PaaS, IaaS) é mais proeminente em empresas de pequeno e médio porte, visto que elas têm mais agilidade no que diz respeito a contratos. Usualmente as empresas que lidam com grandes contas e grandes contratos de software têm uma ação mais conservadora em relação a migrações de plataformas.

A pandemia que estamos enfrentando colocou no radar de todas as empresas a necessidade do trabalho remoto. Todos tiveram que se adequar a uma nova realidade. E esse momento coloca em evidência as limitações de soluções de instalação local. Certamente essas fragilidades serão motivo de uma migração para modelos onde a disponibilidade é fator crucial, o que é uma das principais características do modelo de computação em nuvem.

Comunicação em nuvem

A Nexcore Tecnologia, empresa curitibana referência em soluções em atendimento e comunicação Omnichannel, oferece softwares que podem ser implantados em nuvem e eles são, atualmente, os mais procurados pelos clientes.

A maior vantagem dos sistemas em nuvem é a dupla disponibilidade e elasticidade, e ambas fortalecem os serviços da Nexcore. Cada vez mais a infraestrutura empresarial migra para a nuvem, e administrar uma solução de comunicação com a tecnologia em nuvem deixa para trás o fator hardware e sua obsolescência, e também as questões de disponibilidade do serviço. Hoje em dia é possível habilitar uma solução de comunicação com redundância geográfica em apenas alguns cliques.

Ou seja, uma solução em nuvem pode ser disponibilizada em questão de horas e ajustada de acordo com as necessidades e o tamanho do cliente. Lembrando que existe a desvantagem da dependência que o cliente tem da disponibilidade do seu link de internet, sem o qual não há acesso a soluções cloud.

Esta desvantagem, no entanto, pode ser atacada com a utilização de redundância de link de acesso, se utilizando de duas fornecedoras de internet ao mesmo tempo. Fica a dica.

Ameaça ao hardware?

O crescimento dos softwares em nuvem pode caracterizar uma ameaça aos modelos de hardware e outros softwares empresariais e, na minha opinião, realmente são porque as soluções em nuvem vieram para ficar. Foi-se o tempo em que, para se agregar novas funcionalidades à sua solução de comunicação, era necessário um grande investimento e a adição de mais módulos de hardware. Com as soluções em nuvem tudo é software, e está apenas a um clique da ativação.

*Gabriel Ortiz é profissional de sistemas de informação especializado em telecomunicações e sistemas embarcados. É cofundador e solutions architect da Nexcore Tecnologia. Fundada em 2011, a empresa curitibana é referência nacional em soluções de atendimento e comunicação omnichannel que otimizam relacionamentos com clientes.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.