Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Setores de TI e Pessoas precisam atuar juntos para reter talentos em tecnologia
Setores de TI e Pessoas precisam atuar juntos para reter talentos em tecnologia| Foto: Unsplash, Sigmund/Reprodução

É unânime entre os gestores de Tecnologia da Informação (TI) que, para além da essencialidade  da inovação para o crescimento e a evolução dos negócios, o capital humano é o recurso diretamente responsável pelos resultados alcançados. Em tempos pós pandemia, atrair e reter os melhores talentos em TI, a fim de garantir uma equipe qualificada, motivada, produtiva e com baixos índices de rotatividade, se tornou ainda mais desafiador para as empresas.

O aumento da demanda por serviços em tecnologia e, consequentemente, das oportunidades para os profissionais da área, acirrou a disputa por essa mão de obra super especializada. Em razão dessa realidade, a gestão de pessoas vem se tornando uma função ainda mais estratégica dentro das corporações.

Os setores de RH e TI de muitas organizações com visão analítica já atestaram os benefícios de atuarem juntos, e cada vez mais colocam em prática ações no sentido de tornar a área tecnológica da empresa mais humanizada. Até porque a motivação de um profissional de TI não está somente no recebimento de remuneração  compatível com o mercado, mas também em benefícios como: ajuda na evolução profissional, bom ambiente de trabalho, horários flexíveis e autonomia.

Uma boa gestão de pessoas de TI abrange tarefas de recrutamento e retenção e também de desenvolvimento contínuo de profissionais. Líderes com boas avaliações em gestão de pessoas na área de tecnologia costumam ter perfis parecidos: incentivam a inteligência, reconhecem os méritos, tomam grandes decisões, assumem responsabilidades, são proativos e observadores, estão a par das novidades, estabelecem limites pessoais e são exemplos aos liderados.

A seguir, listo sete boas práticas em gestão de pessoas de TI, que têm surtido efeito positivo no dia a dia de empresas:

1. Organize processos 

Revise todos os processos, o modo de trabalho e as atividades de cada profissional do setor, com objetivo de ver o que pode ser melhorado. Se necessário, realoque o profissional ou a atividade e alinhe tudo às atuais práticas de TI, aumentando as chances de potencializar a produtividade e a satisfação da equipe.

2. Desenvolva talentos

Gestores experientes sabem que o talento é um elemento crucial para garantir o sucesso das operações no setor. Pessoas talentosas na área de TI precisam estar em sintonia com as inovações tecnológicas. Isso motiva o profissional e cria uma vantagem competitiva para a organização.

3. Ofereça e receba feedbacks

A comunicação entre os gestores de tecnologia com seus times é uma das tarefas mais poderosas para uma boa gestão de pessoas de TI. Para contar com uma equipe inovadora e criativa é importante dar e receber feedbacks. Poder se expressar, sanar as dúvidas e expor o que incomoda faz com que as tarefas estejam mais alinhadas.

4. Incentive a capacitação

Oferecer treinamentos e cursos aos profissionais de TI impacta diretamente na qualidade do serviço e indiretamente na rentabilidade da empresa. Para contar com uma equipe que responde bem aos desafios propostos, é preciso que todos possuam os conhecimentos necessários para exercer suas funções com excelência.

5. Identifique necessidades

Para identificar as necessidades de cada profissional, o gestor deve avaliar individualmente o que está prejudicando os resultados do time. Incentivar uma competição saudável entre os profissionais também é válido, inclusive com metas e recompensas individuais e em grupo.

6. Conceda autonomia 

Assegure que os profissionais tenham independência e autonomia para encontrar soluções para os desafios do dia a dia. Nenhum profissional gosta de se sentir robotizado. Uma gestão de pessoas de TI realmente efetiva é capaz de aumentar os níveis de satisfação e desempenho de cada integrante da equipe, para que o profissional esteja preparado e se sinta capacitado a tomar decisões certeiras em relação às suas atividades.

7. Tenha líderes inspiradores

Um líder competente, democrático e inspirador faz toda a diferença no engajamento do time com as atividades propostas. Muitos profissionais buscam mais do que alguém para chefiá-los. Querem um gestor atento às necessidades profissionais e até pessoais, e também que seja influente e admirado por outras áreas da empresa. Ter um CIO que participa efetivamente das decisões da organização é essencial para inspirar os liderados e deixá-los seguros de sua importância e reconhecimento pela companhia como um todo.

*Carine Paiva é Tech Recruiter na Supero Tecnologia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]