i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Giro Sustentável

Foto de perfil de Giro Sustentável
Ver perfil
Giro Sustentável

Marketing Digital: 6 dicas para gerar conexão com a sua causa

  • Por Giro Sustentável
  • [04/10/2019] [13:57]
Marketing Digital: 6 dicas para gerar conexão com a sua causa
| Foto:

Foi a paixão por ouvir e contar histórias que me fez escolher o jornalismo como profissão. Na faculdade, ouvia muito sobre o poder de um bom conteúdo para conquistar a atenção do público. Depois de ingressar no mercado, descobri o universo do marketing digital e me encantei com as histórias que as marcas tinham para contar. Aprendi que elas geram conexão, engajamento e, por consequência, resultados.

Agora imagine só quando essas histórias falam sobre transformação!

Hoje, desbravando o ecossistema de empreendedorismo social, percebo o enorme potencial de negócios e organizações de impacto socioambiental positivo para o marketing de engajamento. Afinal, para chamar a atenção das pessoas para causas importantes, cada vez mais é necessário saber contar boas histórias. Uma pesquisa realizada no ano passado pela Edelman, por exemplo, mostra que 69% dos brasileiros compram com base no posicionamento das empresas sobre questões sociais.

Por isso, não tenho dúvidas de que a primeira pergunta a ser feita no momento de pensar em uma estratégia de comunicação de causas é: “qual o propósito da sua marca?”

As causas também precisam ser vistas como produtos/serviços e devem ser comunicadas com clareza para encantar. Ou seja, o mesmo trabalho, que envolve pesquisa, análise de mercado e mensuração de dados(geralmente usado com foco no consumo), também deve ser aplicado para iniciativas sociais que buscam visibilidade.

Mas, por onde começar?

Conheça o seu público-alvo

Antes de tudo é importante saber para quem você vai contar sobre o seu propósito. Clientes? Parceiros? Investidores? Seja para quem for, entender hábitos e interesses ajuda a nortear sua estratégia de conteúdo. Uma boa dica é realizar entrevistas  (usando o forms do Google, por exemplo) com pessoas que já interagiram com sua marca, juntar as respostas mais comuns e montar personas para o seu negócio.

As personas nada mais são do que a representação fictícia do seu “cliente ideal”, e são elas que irão guiar toda a sua estratégia de conteúdo. Por isso é muito importante coletar dados de comportamento e características demográficas com os entrevistados, assim como a compreender suas histórias pessoais, motivações, objetivos, desafios e preocupações.

Saiba onde encontrá-lo

Essa pesquisa também ajuda a entender quais são os canais onde seu público mais consome informação. Entre os mais usados hoje, temos as redes sociais, blog e e-mail marketing.

Poucos lugares proporcionam tanto a interação das pessoas com as marcas quanto as redes sociais. Uma pesquisa feita pela Nossa Causa, em parceria com o Instituto Legado, sobre o cenário da comunicação no terceiro setor, mostra que 93% das 414 organizações entrevistadas estão presentes lá. As principais redes utilizadas, segundo a pesquisa, são Facebook (98%), Instagram (78%) e Youtube (56%).

Pense em que tipo de história vai contar para ele

A história da sua marca precisa estar alinhada com as necessidades e interesses do seu público. Por exemplo: se você quer sensibilizar para a captação de recursos, pode conversar com possíveis investidores, e eles geralmente podem ter muitas dúvidas relacionadas aos benefícios de aplicar seu dinheiro em causas como a sua. Nesse caso, são essas dúvidas que você irá transformar em temas para o conteúdo de suas publicações.

Veja que estamos falando também de um trabalho bastante educativo. Ao colocar seu público nessa jornada de aprendizado, você tem a oportunidade de abordar inúmeros assuntos atrelados ao universo da causa que sua marca defende.  Criar um calendário de postagens e definir editoriais para suas publicações ajudam a organizar quando e sobre o que publicar.

Lembre-se: o Marketing de Conteúdo é seu aliado!

Hoje quase nenhuma decisão é tomada sem antes consultar o Google, não é mesmo? Por isso é fundamental fortalecer a presença no mecanismo de busca, deixando sua marca facilmente disponível para quem procura ativamente informação online. Ter um blog para armazenar conteúdo exclusivo e relevante, pensado com base nos termos mais buscados sobre a causa que você defende, ajuda na atração do público certo.

Mostre os bastidores

As melhores histórias são aquelas que aprofundam a vida dos personagens, gerando conexão e fazendo com que nos apeguemos a eles. Com as marcas não é diferente. Colocar sua audiência em contato com o que acontece “por trás das câmeras”, faz com que as pessoas se identifiquem com sua marca além do produto ou serviço, mas com os valores e o ideal por trás delas. Mostre fotos e vídeos de eventos, de projetos, de pessoas.

Tenha um tom de voz alinhado ao seu posicionamento

As empresas precisam viver, sentir e respirar as ações que promovem, e esse mesmo posicionamento deve ser refletido em toda a comunicação da sua marca. Assim, a imagem passada ao seu público se torna uniforme e não gera confusão. Por isso, defina um “tom de voz”. Certifique-se de que seus valores estejam inseridos na narrativa do conteúdo e fale com um tom que seja compatível com seu público.

Investir em estratégias de conteúdo é um ótimo caminho para iniciativas que contam com equipes enxutas de marketing - ou, como em muitos casos, que nem contam com profissionais para ajudar nessa função. Além de não exigir alto investimento, cria um relacionamento efetivo com o público-alvo, gera sensibilização para captação de recursos e ampliar o impacto da causa.

Pronto para o desafio?

*Artigo escrito por Eugênio Calixto,  jornalista especialista em Comunicação Digital e E-Branding. Coordenador de Marketing e Comunicação do Instituto Legado. O Instituto Legado é parceiro do Instituto GRPCOM no blog Giro Sustentável.

**Quer saber mais sobre cidadania, educação, cultura, responsabilidade social, sustentabilidade e terceiro setor? Acesse nosso site! Acompanhe o Instituto GRPCOM também no Facebook: InstitutoGrpcom, Twitter:@InstitutoGRPCOM e Instagram: instagram.com/institutogrpcom

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]
Tudo sobre:

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.