i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Paraná S.A

Foto de perfil de Paraná S.A
Ver perfil
Corporativo

O Boticário mira estratégia internacional com novo diretor

  • PorMariana Ceccon
  • 31/07/2019 09:00
O Boticário mira estratégia internacional com novo diretor
| Foto: divulgação.

Gustavo Fruges é o novo diretor de comunicação do O Boticário, marca paranaense que possui mais de quatro mil lojas em todo país e outros 150 pontos de vendas internacionais. O executivo era o gerente de marketing de operações internacionais da rede e há menos de um mês foi promovido para o cargo em nível nacional. Ele está ocupando a cadeira de Cristiane Irigon Amaral, que assumiu a diretoria geral da The Beauty Box, marca que também faz parte do Grupo Boticário.

Durante o lançamento do novo perfume da rede, o masculino The Blend, o novo diretor falou ao Paraná S/A sobre os desafios de expandir internacionalmente e conquistar novos clientes, com a mesma maestria que o grupo atua em território nacional. Confira o bate-papo.

gustavo-fruges-diretor-comunicação-o-boticario2
Fruges era responsável pelas operações internacionais de marketing, principalmente em Portugal, país onde a rede mantém 56 lojas. Foto: divulgação. | divulgação.

Sua promoção está ligada à uma estratégia internacional de expansão da marca?

Eu não vim necessariamente para esta cadeira com esse objetivo, mas é claro que por eu ter vindo de um cargo de operações internacionais, acaba sendo natural algum tipo de alinhamento nesse sentido. Entretanto, estamos focados na mesma estratégia e convicção de sempre. Temos sonhos para essa marca tanto no Brasil, quanto no resto do mundo.

O mercado internacional é o maior desafio da rede?

Temos muito que fazer no Brasil ainda mas, é claro, que por estar do tamanho que estamos, não deixamos de olhar o mercado como um todo. Hoje, já temos uma operação grande em Portugal, com 56 lojas e na Colômbia atuamos há cinco anos. Mas não estamos falando apenas sobre números. Queremos falar com nosso consumidor de forma relevante. Nosso papel é ir crescendo da mesma forma orgânica que fizemos em território nacional. Mais do que apenas uma expansão geográfica, queremos entender o momento de mercado naquele país, fazendo o nosso melhor. E eu entendo que quando fazemos o nosso melhor, ficamos naturalmente maiores.

Quando o assunto é mercado nacional, a concorrência é tão preocupante, quanto?

A gente pensa na concorrência no contexto competitivo. Seria até irresponsável não saber o que os outros estão fazendo. Mas para quem realmente olhamos é o consumidor e suas necessidades. A nossa estratégia é: se soubermos falar com essa pessoa, vamos ter nosso espaço no mercado. Está bem claro o crescimento de O Boticário nos últimos anos, com essa estratégia.

O LAB, no Shopping Pátio Batel, segue sendo uma aposta de marketing?

Minha avaliação é que está loja está indo muito bem. Mas mais do que a loja em si, o LAB [o LAB é um novo formato de loja, com foco na experiência do consumidor. Reúne desde as matérias-primas das fragrâncias até as últimas inovações, como a inteligência artificial e a realidade aumentada] representa o jeito como O Boticário faz as coisas. Coloca o consumidor no centro, conta uma história, apresenta os produtos de forma gostosa e sustentável, amplia o atendimento no e-commerce, entre outras coisas. Não é o LAB em si, mas o que motivou sua criação que representa nossa estratégia. Cada vez se fala mais sobre o consumidor estar no centro e é isso que fazemos.

O que muda com você no cargo?

É uma responsabilidade enorme liderar a comunicação da marca mais amada e admirada do Brasil. Não há algo específico que eu queira mudar. O meu papel é fazer O Boticário evoluir e apresentar posicionamentos em campanha mais críveis, assim como era o papel de meus antecessores. Quero continuar trabalhando para falar com todas as famílias e diferentes públicos-alvo de forma que emocione, seja relevante e passando todos os benefícios dos nossos produtos. Essa é a linha que adotamos desde 1977.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.