i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Polzonoff

Foto de perfil de Polzonoff
Ver perfil

"Para nós, há apenas o tentar. O resto não é da nossa conta". TS Eliot.

Não se fala em outra coisa em Cabrobó: o NYT quer cancelar Aristóteles

  • 22/07/2020 13:45
Platão conversa com Aristóteles em afresco de Rafael: “Te cuida que o New York Times tá querendo te cancelar, mermão!”
Platão conversa com Aristóteles em afresco de Rafael: “Te cuida que o New York Times tá querendo te cancelar, mermão!”| Foto: Reprodução/ Wikipedia

Não se fala em outra coisa em Cabrobó: o New York Times quer cancelar Aristóteles porque ele apoiava a escravidão e não era exatamente um defensor dos direitos humanos, no sentido contemporâneo do termo. Consta que, por isso, em Osasco uma gangue de pichadores mascarados saiu pela cidade cobrindo as poucas paredes e muros disponíveis com os dizeres “Ο Αριστοτέλης είναι δροσερός”. A Academia de Letras de Piraporinha do Oeste emitiu nota de repúdio. E eis-me aqui, comentando o caso depois de uma noite atribulada, cheia de pesadelos à beira do Mar Adriático.

Depois de ler e reler e tresler o texto assinado pela professora de filosofia Agnes Callard, que nasceu na Hungria comunista, mas teve o privilégio de ser criada na liberal Nova York, cheguei a algumas conclusões que pretendo expor aqui. A primeira delas é otimista e também a mais evidente: com textos como este, o prestigiado jornal nova-iorquino do qual supostamente sinto uma inveja mortal se aproxima do fundo do poço. Do qual só há uma saída – para cima! –, como sabemos.

Porque não há absolutamente nada no argumento torto e até autodebochado de Callard que justifique tamanho estardalhaço – a não ser o fato de ter sido publicado no jornal mais importante do mundo, aquele que há poucos dias deu espaço para Felipe Neto “influenciar” as eleições norte-americanas. Não há ali nenhuma proposta ousada de cancelar Aristóteles, como os mais apressados julgaram. E isso é bom, mas é também ruim: o New York Times se transformou num ancião que trocou a verdade aristotélica pela melancia no pescoço, buscando desesperadamente aplausos.

Textos como este e tantos outros que não nos chegam porque, veja bem, os cabroboenses têm coisas mais importantes com que se preocupar, só explicitam a necessidade triste de uma geração, a minha, de existir à custa da Verdade. Vale qualquer coisa para ser reconhecido como autor de uma dessas ondinhas que ecoam na eternidade restrita das falsas polêmicas.

Num parágrafo especialmente ardiloso, Callard escreve: “Se o cancelamento é a retirada [de alguém] de um posto de prestígio com base num crime ideológico, pode parecer que há um argumento para o cancelamento de Aristóteles. Ele tem prestígio demais: milhares de anos depois de sua morte, sua obra sobre ética continua a ser ensinada como parte do currículo básico de filosofia oferecido em faculdades e universidades ao redor do mundo”.

“Na minha Poética ninguém toca!”

Foi nessa hora, tenho certeza, que um senhorzinho de Cabrobó tirou o trabuco do armário e disse “Na minha Poética ninguém toca!”. Foi por revolta contra este parágrafo que os meninos de Osasco sacaram as latas de tinta spray de suas mochilas e se puseram a defender o filósofo grego nos muros da cidade. Foi inspirado no pode parecer que o presidente da Academia de Letras de Piraporinha do Oeste redigiu sua nota de repúdio (“venho por meio desta...”).

Em vão. Porque logo em seguida Callard mostra qual o objetivo real de seu texto num parágrafo até engraçado, que revela toda a volúpia do clique que a motivou a escrever e que certamente motivou o editor a publicar o texto oh-tão-provocativo. “Ainda assim, defenderia Aristóteles e seu lugar no conteúdo programático de filosofia apontando os benefícios de lê-lo. Ele pode nos ajudar a identificar as bases de nossos objetivos igualitários; e seu sistema ético pode captar verdades – como, por exemplo, a importância de se buscar a excelência – que talvez não tenhamos incorporado ainda à nossa própria ética”, escreve ela.

A segunda conclusão a que chego depois de ler o texto é igualmente otimista (efeito da manhã de sol e frio, será?). Por mais desesperados que estejam os progressistas para se fazerem ouvidos na cornucópia moral que eles próprios criaram, ainda há limites. Eu sei que a impressão é justamente o contrário. Que a gente vê a estátua de Cervantes sendo pichada (não pelos Filósofos Pichadores de Osasco, eles jamais fariam uma coisa dessas!) e se pergunta “aonde é que isso vai parar?”.

Bom, o texto de Callard é, de certa forma, uma resposta a essa pergunta. “Não só as vantagens de se ler Aristóteles são maiores do que os custos como não há custo algum. Na verdade, não temos motivo para cancelar Aristóteles. Aristóteles não é nosso inimigo”, escreve ela, num arroubo de bom-senso.

Busca pela verdade... aristotélica

A terceira e última conclusão a que chego, porém, não é muito auspiciosa e diz respeito a nós, leitores, consumidores de informações e ideias. Talvez a previsão pessimista de Nicholas Carr, em seu “Geração Superficial: o que a Internet Está Fazendo com os Nossos Cérebros”, já tenha se confirmado e nosso cérebro esteja “moldado” a interpretar o mundo apressada e superficialmente. É como se não houvesse um todo digno de reflexão, e sim várias partes (uns poucos frames, um título, um tuíte, um áudio de WhatsApp) que, tiradas do contexto, ganham uma dimensão cuja desproporcionalidade chega a deformar o que entendemos por realidade.

Felizmente para Callard, para o New York Times e para mim, cujo trabalho é tamborilar essas mal-traçadas, a moda de tomar a parte pelo todo ainda não parece ter alcançado aqueles que não temos (ainda é permitido o drible estilístico) o duvidoso privilégio de viver nesse mundo de ideias rápidas, rasas e inconsequentes.

Podemos até cair nessas armadilhas editoriais dignas de uma pegadinha com Ivo Holanda. Podemos até gastar o ponto de exclamação do teclado com nossa indignação estéril. Mas não, jamais ignoraremos a busca pela verdade... aristotélica.

[Se você gostou deste texto, mas gostou muito mesmo, considere divulgá-lo em suas redes sociais. Agora, se você não gostou, se odiou com toda a força do seu ser, considere também. Obrigado.]

28 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 28 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • A

    Arquimedes Wagner Brandão de Oliveira

    ± 18 horas

    No meu ponto primeiro dia de assinante fui brindado com esta pequena obra prima. Valeu!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Joel Geraldo Coimbra

    ± 22 horas

    Parabéns pelo texto, gostei e estou compartilhando no facebook.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MAURICIO AUGUSTO SOUBHIA

    ± 22 horas

    Excelente. Cada vez aprecio mais os teus artigos. Muito obrigado.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 22 horas

    É isso Polzonoff escarnecer é preciso. Aristóteles, imaginem só, o tutor de Alexandre o Grande, "cancelado", kkk. Uma das grandes contribuições de Aristóteles para o mundo da filosofia foi a LÓGICA. Sem falar da METAFISICA e a ÉTICA. Descobrir o propósito da vida é o segredo. Mas pra descobri-lo exige-se escolha e hábito. A razão é o que nos diferencia dos animais. A lógica é o que nos capacita a descobri erros e estabelecer verdades. Certo, canceladores?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JLadeia

    ± 22 horas

    Paulo, fantástico, muito obrigado.Até o próximo texto.Abraço

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Eduardo Carvalho

    ± 23 horas

    Excelente! Enfim alguem aqui em Banânia notou que o tal NYT já virou coprólito faz muito tempo. Os esquerdistas ainda se excitam com ele, mas eles são fosseis tambem.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Dario de Araújo Dafico

    ± 24 horas

    Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    GUILHERMO BRASIL RASQUIN

    ± 24 horas

    Bem típico da gentalha censurista: censurar sem ter lido. Aqui em casa, todo ano temos o mês aristotélico: lemos e relemos os clássicos do gênio. Parabéns pelo texto, conseguiu dosar sarcasmo com reflexão séria.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    SILVIO MACIEL ROCHA

    ± 1 dias

    Parabéns

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Humberto B

    ± 2 dias

    Depois de ouvir o podcast do pedido de demissão da editora de opinião Bari Weis e o felipe minguau neto não tive opção. Cancelei minha assinatura no NYT.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    NOELY BRENNY

    ± 2 dias

    Polzonoff Jr considere-me admirador de suas linhas, palavras e inflexões!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Denilson Gomes Privado

    ± 2 dias

    Cara, você é fera!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    MAURICIO FABIANO MAZUR

    ± 2 dias

    Esse texto foi espetacular !!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luigi Tenco

    ± 2 dias

    O New York Times, que deu nome à esquina mais famosa da Grande Maçã, agora é um pasquim asqueroso que publica Felipe Neto, FELIPE NETO!!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    justo verissimo

    ± 2 dias

    Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    3 Respostas
    • C

      Cético

      ± 1 dias

      Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • J

      justo verissimo

      ± 2 dias

      Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • L

      Luigi Tenco

      ± 2 dias

      Esse comentário foi removido por não estar de acordo com os Termos de Uso.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Leonardo Hoehne Polato

    ± 2 dias

    Maravilhoso, com muitas exclamações. Rs...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Teixeira Pires

    ± 2 dias

    Não leio o New York Times, mas se o referido artigo é acompanhado de outros artigos que possam fazer o contraditório, pode ser até aceitável. Isto pensando na pluralidade de visões e opiniões que deve ser proporcionada pela imprensa. Agora, se este artigo faz parte de uma guinada ideológica radical do NYT, das duas, uma: a) eles estão muito mal financeiramente, o que justificaria inserções sistêmicas em de artigos polêmicos para atrair leituras, ou, b) eles foram comprados por chineses. Ou as duas.....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Ana Luiza

    ± 2 dias

    Só não enxergam escravidão na China.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    waldir rodrigues de morais

    ± 2 dias

    Nem em Cabrobó, Orocó ou Baianopolis ou Javi eles estão preocupado com quem incentivo a escravidão ou quem vai ser cancelado Estas tensões estão restrito ha um numero cada vez menores de pessoas..

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Ramiro Henrique Pìris Ribeiro

    ± 2 dias

    O melhor texto que li desde que assinei a Gazeta!!! Fantástico!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    FRANCISCO

    ± 2 dias

    GOSTEI! Alguém conseguiu definir o conteúdo imenso de bobagens divulgadas, e que esta Geração de mimizentos acredita.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Raul Melo Ferreira

    ± 2 dias

    Grande Totó, monstro da Grécia

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]