Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Accountability nos processos de inovação
Accountability nos processos de inovação| Foto: Unsplash, Campaign Creators/Reprodução

Profissionais que não conhecem a fundo como os processos de inovação deveriam ser costumam pensar que a inovação é feita de momentos eureka e processos criativos desenfreados. Não caia nesta armadilha.

Obviamente, a criatividade é parte dessa equação. Mas é preciso lembrar também que a inovação deve trazer resultados, senão não passa de invenção. Muitas empresas querem inovar, mas se esquecem de um termo em inglês essencial para que ela aconteça: accountability.

De maneira simples, esse termo se refere ao ato de se prestar contas. A criatividade é necessária para que novas formas de se fazer as coisas surjam. A partir daí, é preciso que exista um processo claro de prestação de contas dos profissionais envolvidos no processo de inovação. Esse processo de accountability deve ter prazos bem definidos e metas claras a serem atingidas.

Uma das melhores formas de se criar accountability em projetos de inovação é seguir o conceito disseminado pela Amazon, conhecido como Single-Threaded Owner, que em uma tradução livre pode significar algo como “Proprietário Único”. Esta pessoa será como a dona de um problema. O foco dela deve ser resolver aquele determinado problema e apenas isso.

É claro que para empresas pequenas e médias, esta pode ser uma tarefa difícil, já que o acúmulo de funções e tarefas é a regra. Contudo, processos de inovação não são fáceis. E é por isso que a prestação de contas é tão importante. Pode haver toda uma equipe testando a validade de um novo produto, por exemplo, mas deve haver um profissional apontado como o Single-Threaded Owner que será o dono daquela iniciativa. Toda a prestação de contas deste projeto de inovação deve ser responsabilidade desta pessoa.

Esse tipo de abordagem pode parecer extrema ou radical para alguns, mas acredite, isso é extremamente necessário para que projetos de inovação não virem uma bagunça. Este é um problema recorrente em muitas empresas com as quais converso: o mais difícil não é entender a importância de inovar ou começar a querer inovar. Essa é a parte fácil.

Todos sabemos que inovar é preciso. E todos os colaboradores da empresa podem começar a ter ideias novas para melhorar produtos, processos e assim por diante. A grande questão é o processo. Essa é a parte difícil.

Todos querem ter boas ideias, mas poucos têm a disciplina para seguir o processo de ideação, prototipação e feedback constantes destas ideias. É justamente por isso que conceitos como Accountability e Single-Threaded Owner são importantes. Eles ajudam justamente na parte mais difícil: a de seguir os processos e ter disciplina para transformar todas as grandes ideias em inovação real.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]