Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Mercado

Picapes diesel ou flex: a melhor escolha

  • Fábio Cherubini
  • Atualizado em às
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Em se tratando de motorização, o universo das picapes médias no Brasil é dividido em duas categorias: as flex e as diesel. Duas opções que oferecem potência, torque e preço distintos, o que cria uma dúvida cruel entre os consumidores quanto à melhor escolha.

Há diferentes pontos a serem considerados antes da compra, como a finalidade, a economia de combustível e o valor do seguro e da revenda. Afinal, no Brasil existem quatro modelos com esses dois tipos de motor (Chevrolet S10, Toyota Hilux, Ford Ranger e Mitsubishi L200). A Volkswagen Amarok e a Nissan Frontier têm apenas motores que rodam exclusivamente com o derivado de petróleo.

Seu bolso

Vamos começar pelos preços. Para ilustrar o abismo entre as caminhonetes flexíveis e as a diesel, usaremos como exemplo as duas mais vendidas no país: a S10 e a Hilux. Na configuração com cabine dupla, o modelo bicombustível mais em conta da Chevrolet, o LS 2.4 FlexPower 4x2, custa R$ 81.750. Em comparação com a LS 2.8 Turbodiesel 4x4, os valores pulam para R$ 116.490 – uma diferença de R$ 34.740. A Hilux SR 2.7 flex sai por R$ 102.150, enquanto a SR 3.0 turbo começa em R$ 141.350, o que corresponde a uma elevação de R$ 39.200.

O preço, porém, influencia diretamente no pacote de itens de cada modelo. Nas versões apresentadas, a picape norte-americana só possui tração nas quatro rodas na opção turbodiesel, além de câmbio automático de seis marchas. No caso da Hilux, o pacote entre as versões comparadas é igual, mas as configurações topo de linha – SRV Top e Limited Edition – só vêm com o motor a diesel.

Finalidade e revenda

Os motoristas devem considerar também o uso que será feito do veículo. Se a intenção é transportar cargas mais pesadas ou ir ao campo, o bloco apenas a combustível fóssil é a opção mais indicada. Isso porque ele entrega uma maior força e robustez, o que resulta em menos manutenção. Agora, se o objetivo é rodar só na cidade, as flexíveis podem representar a melhor escolha, porque há menos necessidade de tração e de torque no asfalto.

Quando se fala do preço cobrado nas bombas, o diesel é mais barato e vantajoso, já que o rendimento é maior em comparação com o etanol e a gasolina. Até o dia 8 de maio, a média de preços em Curitiba era de R$ 3,07 para a gasolina, R$ 2,05 para o etanol e R$ 2,66 para o diesel. Entretanto, os veículos bicombustíveis têm comparativamente um rendimento até duas vezes menor.

Na hora da revenda, os carros com motores exclusivamente derivados do petróleo também saem na frente, por terem uma maior procura no mercado. Mas o seguro pesa contra as caminhonetes a diesel, que são mais visadas no ‘mercado negro’. De acordo com a Senzala Corretora de Seguros, as apólices da S10 bicombustível podem variar de R$ 2.280 a R$ 3.660, para homens de 25 a 50 anos de Curitiba com curso superior e emprego fixo, conforme uma das cotações. Já para o mesmo carro a diesel, os valores sobem para uma média de R$ 3.800 a R$ 4.860. “Historicamente, as caminhonetes a diesel têm mais roubos. E quanto mais visado é o carro, mais caro é o seguro”, afirma o diretor da corretora, André Coutinho.

Veja as opções disponíveis no mercado:

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/05/18/Automoveis/Imagens/Cortadas/Chevrolet S10 6-kXiF-U101034621018cAF-1024x765@GP-Web.jpg

Chevrolet S10 Diesel

Preços: a partir de R$ 105.290.

Consumo: 12,2 km/l (cidade) e 15,1 km/l (estrada).

Potência/torque: 2.8/200 cv. e 44,9 kgfm.

Depreciação média: - 14,33%.

Chevrolet S10 Flex

Preços: a partir de R$ 72.350.

Consumo: 6,3 km/l (cidade) e 8,2 km/l (estrada).

Motores/potência e torque: 2.4 e 2.5/147 cv e 24,1 kgfm e 206 cv e 27,3 kgfm.

Depreciação média: - 12,26%.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/05/18/Automoveis/Imagens/Cortadas/hilux srv ffv 4x2 f01-kXiF-U101034621018YIG-1024x683@GP-Web.jpg

Toyota Hilux Diesel

Preços: a partir de R$ 106.850.

Consumo: Não informado.

Motor/potência e torque: 3.0/171 cv e 36,7 cv.

Depreciação média: - 15,41%.

Toyota Hilux Flex

Preços: a partir de R$ 102.150.

Consumo: Não informado.

Motor/potência e torque: 2.7/163 cv e 25 kgfm.

Depreciação média: - 15,57%.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/05/18/Automoveis/Imagens/Cortadas/Ford Ranger frente-kXiF-U101034621018wLG-1024x571@GP-Web.jpg

Ford Ranger Diesel

Preços: a partir de R$ 112.500.

Consumo: Não informado.

Motor/potência e torque: 2.2 e 3.2 /150 cv e 38,2 kgfm e 200 cv e 47,9 kgfm.

Depreciação média: - 15,79%.

Ford Ranger Flex

Preços: a partir de R$ 74.500.

Consumo: Não informado.

Motor/potência e torque: 2.5/173 cv e 24,8 kgfm.

Depreciação média: - 16,81%.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/05/18/Automoveis/Imagens/Cortadas/Mitsubishi L200 5-kXiF-U101034621018C6F-1024x767@GP-Web.jpg

Mitsubishi L200 Triton Diesel

Preços: a partir de R$ 97.490.

Consumo: 9 km/l (cidade) e 13 km/l (estrada).

Motor/potência e torque: 3.2/180 cv e 38 kgfm.

Depreciação média: - 14%.

Mitsubishi L200 Triton Flex

Preços: a partir de R$ 83.490.

Consumo: 6 km/l (cidade) e 8 km/l (estrada).

Motores/potência e torque: 2.4 e 3.5/142 cv e 31,5 kgfm e 205 cv e 33,5 kgfm.

Depreciação média: - 14,56%.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/05/18/Automoveis/Imagens/Cortadas/VW Amarok 4-kXiF-U101034621018rB-1024x684@GP-Web.jpg

Volkswagen Amarok Diesel

Preços: a partir de R$ 99.283.

Consumo: 10 km/l (cidade) e 13,1 km/l (estrada).

Motor/potência e torque: 2.0/140 cv e 34,7 kgfm e 180 cv e 40,8 kgfm.

Depreciação média: - 14,22%.

Obs.: Este modelo não tem a opção flex.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/05/18/Automoveis/Imagens/Cortadas/Nissan Frontier 2-kXiF-U101034621018ioC-1024x680@GP-Web.jpg

Nissan Frontier Diesel

Preços: a partir de R$ 102.190.

Consumo: 10 km/l (cidade) e 14 km/l (estrada).

Motor/Potência e torque: 2.5/163 cv e 41,9 kgfm e 190 cv e 45,8 kgfm.

Depreciação média: - 29,99%.

Obs.: Este modelo não tem a opção flex.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Automóveis

PUBLICIDADE