Assinaturas Classificados
Seções
Anteriores
Publicidade

Bola no Corpo

Quem faz o blog
Seções
Defesa arrojada
É disso que o pop gosta
Foi o Vaterlô
Já fui bom nisso
Minha planilha que não falha
Olha o chute do garoto
Por dentro dos fatos
Posts
Um abraço para o contexto
Vai com Deus, guri
Vai ganhar o Motorádio
Enviado por admin, 17/07/12 10:03:00 AM

Paulo Baier a caminho do banco

Texto publicado na Esportiva impressa desta terça-feira


Os últimos três anos deram mostras de que não é uma boa enterrar Paulo Baier vivo. Mas a atuação do Atlético contra o ABC, no sábado, indicaram que o Rubro-Negro está a caminho de deixar de ser dependente do seu camisa 10.

Paulo Baier não fez falta armando o time no meio-campo. João Paulo tomou conta do setor como vestisse vermelho-e-preto desde o berço e corresse pelo gramado do Gigante do Itiberê desde a infância. Armou o time como Baier, tendo a seu favor a vantagem física.

Paulo Baier também não funcionou na sua nova função, quase como um segundo atacante. Não houve grande momento do Atlético contra o ABC com a assinatura do maestro. Para atuar encostando no centroavante pelo meio, talvez seja melhor apostar em Ligüera, que joga naturalmente dessa maneira.

Claro, 90 minutos é pouco para tirar conclusões. João Paulo precisa ter uma sequência maior de jogos. Baier é inteligente o suficiente para se adequar à nova função. Mas hoje, o caminho do camisa 10 parece ser o banco. A partida contra o Avaí irá confirmar – ou desmentir – essa tendência.

Este é um espaço público de debate de idéias. A Gazeta do Povo não se responsabiliza pelos artigos e comentários aqui colocados pelos autores e usuários do blog. O conteúdo das mensagens é de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.
      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Marcelo Petschow | 17/07/2012 | 15:09

      Leonardo, que imagem perfeita , to rindo muito, o Paulo Baier deveria ter se acostumado a jogar de segundo volante na era Carrasco, é oque eu acho , quanto ao amigo falar que o Furacão não tá jogando nada, tenho a dizer que o futebol é feito de resultados, não adianta jogar bem contra o Palmeiras e perder a copa do brasil, assim como em 2004 o Cap tinha um timaço e não consegui ganhar do vasco em são januário, o importante é bola no barbante

      Marcos A. | 17/07/2012 | 12:18

      Vamos ser bem sinceros. O Atlético pegou dois timecos em casa e ainda teve uma bela ajuda da arbitragem naquele pênalti ridículo. Créditos ao juiz que não viu Ligueira atropelando o jogador do ABC e ao zagueiro que fez besteira ao revidar. Não tivesse vencido o ABC a conversa seria bem diferente. Não serve para análise alguma duas vitórias como essas. Até o lanterna Barueri fez melhor goleando o fraquíssimo Ipatinga fora de casa.

      Publicidade
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 69,30 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade