Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Acordes Locais + VER MAIS COLUNISTAS

Acordes Locais

Os paranaenses no Prêmio Dynamite

  • Luiz Claudio Oliveira - luizs@gazetadopovo.com.br
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A revista Dynamite, dedicada à música, surgiu há 20 anos. Há dez anos transformou-se no Portal Dynamite e promove o Prêmio Dynamite de Música Independente. Neste ano, são 22 categorias e os que se inscreveram para concorrer foram selecionados por uma curadoria. Agora, os votos serão populares, pelo site do prêmio (www.premiodynamite.com.br) e poderão ser dados até o dia 15 de maio. O resultado oficial sai em junho.

É um apanhado geral da música brasileira. Músicos ligados ao Paraná estão concorrendo em 13 categorias. Veja quem são os indicados ligados à terrinha, entre no site e comece a votar.

• Melhor Álbum de Música Eletrônica

Fantasmas da Quebrada (Bumbo Caixa): projeto do músico e artista plástico DW Ribatski, que como o nome fala, se inspira em bumbo e caixa.

Pocket Mix Live (Marco Hansen): DJ e produtor de Ponta Grossa. Música instrumental eletrônica trance.

• Melhor Álbum de Indie Rock

De Verdade (Nevilton): power trio formado em 2007 em Umuarama. De Verdade é o primeiro disco completo da banda.

Some Kind Of Pareidolia (This Lonely Crowd): primeiro álbum da banda, que pode ser descrita como post-rock, ou shoegaze ou alt-rock e cujos integrantes retiram seus codinomes de livros do Lewis Carroll.

• Melhor Álbum de MPB

ôÔÔôôÔôÔ (Thaís Gulin): segundo álbum da cantora e compositora curitibana, que adotou o Rio de Janeiro e tem, entre outras, a participação do namorado Chico Buarque.

• Melhor Álbum Instrumental

Introdução à Cortina do Sótão (ruído/mm): novo disco da banda curitibana vencedora dos principais prêmios regionais do ano passado.

• Melhor Álbum de Rap/Hip-hop/Black Music

Pra Onde as Pessoas Vão (Cabes): segundo trabalho do rapper curitibano que está em ascensão nacional.

Versão Extendida (Savave): projeto curitibano capitaneado por Thiago Pródigo e Nave, é uma coletânea de beats e temas com participações de Black Alien, Ogi, Filipe Neo e Kamau, entre outros.

• Melhor Álbum de Rock

Cassim & Barbária II (Cassim & Barbária): a banda é curitibana-catarinense, e tem como líder e principal compositor o múltiplo Cassiano Fagundes.

• Melhor Álbum Pop

A Banda Mais Bonita da Cidade (A Banda Mais Bonita da Cidade): o grupo curitibano gravou o primeiro disco e escolheu um caminho eclético que ultrapassa o sucesso de “Oração”.

O Caminho (Área 252): banda formada em Curitiba em 2008 e que também atua em Santa Catarina, com influências de rock clássico.

Deus Não Tem Aviões (stella-viva): primeiro disco completo da banda curitibana, com produção de Igor Medeiros. Tem participação especial de Nuda.

• Melhor Álbum de Punk/Hardcore

First Lesson: Hate (Cadela Maldita): segundo álbum do quarteto curitibano que mistura hardcore e metal. Mixagem de Murillo da Rós e masterização de Brian Elliot, do estúdio Mana Recording, na Flórida.

• Melhor Casa de Shows Alternativos

Jokers Pub: espaço situado num casarão do começo do século passado no centro histórico de Curitiba. Considerado o melhor palco da cidade.

• Melhor Programa de Rádio ou Emissora

91 Rock: rádio curitibana que migrou definitivamente do dial para a internet em 2011.

• Melhor Programa de Tevê ou Emissora

Ciclojam: Cyro Ridal criou o programa ainda sob o personagem Jack Shadow, que virou uma lenda urbana de Curitiba.

• Melhor Site, Coluna, Blog ou Fanzine

Tenho Mais Discos Que Amigos: Blog bem informado que não é egoísta e reparte conhecimento e opiniões com os seguidores.

• Revelação

Tênis Sujo e um Scarpin: banda formada em 2009, em Londrina. Tem canções próprias, todas em português, com estilos que vão do rock-and-roll clássico ao indie e o punk rock.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

últimas colunas de Acordes Locais

PUBLICIDADE