Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

cinema e meio ambiente

Van bancada pelo Google que usa energia solar para projetar filmes chega a Curitiba

Van, equipada com sistema de projeção e estúdio de gravação, estaciona na Universidade Livre do Meio Ambiente

  • Angela Corrêa especial para a Gazeta do Povo
Projeto existe há três anos e já passou por mais de 240 cidades no Brasil. | Divulgação
Projeto existe há três anos e já passou por mais de 240 cidades no Brasil. Divulgação
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Arte e sustentabilidade são pontos explorados pela iniciativa do Cinesolar, que chega a Curitiba neste sábado (19), e estaciona sua van na Universidade Livre do Meio Ambiente (Rua Victor Benato, 210, Pilarzinho) com oficinas de cinema (das 14h às 17h) e exibição de curtas relacionados ao tema (a partir das 19h), tudo com entrada franca.

A van é equipada com muito mais do que se supõe ser possível em um veículo de seu tamanho: uma tela de 200 polegadas, sistema de projeção e som, 100 cadeiras para a plateia, um estúdio de gravação e placas solares de energia, que permitem a realização de sessões de cinema mesmo em locais do Brasil em que não haja energia elétrica.

Há três anos na estrada, o Cinesolar já acumulou mais de 47 mil espectadores, em 240 cidades. É a primeira vez em Curitiba e a segunda no Paraná: passaram por Rio Branco do Sul, na região metropolitana, em 2015.

“Nossas oficinas definem o que é sustentabilidade, mas fala da relação com si mesmos e com o planeta. A gente apresenta algumas soluções simples, como a compostagem do lixo e os participantes conseguem detectar problemas e seus ciclos. Começa ali, mas termina em outro lugar”, afirma a coordenadora do projeto, Cynthia Alario. O projeto, da Brazucah Produções, foi realizado pela Lei de Incentivo à Cultura e tem o patrocínio do Google.

A economia de energia elétrica para as atividades da van chega a 500 mil watts, o equivalente a cerca de 900 horas de uma geladeira ligada o tempo inteiro.

Durante toda a estada do Cinesolar, ocorre também o Eco Estúdio Solar, que mostra como funciona o sistema que mantém o projeto – incluindo como a energia solar se converte em elétrica. Exemplos de sustentabilidade e tecnologias renováveis, como um relógio feito com batata, também estarão expostos.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Caderno G

PUBLICIDADE