Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

OPERAÇÃO al barã

Gaeco prende funcionários da prefeitura de Curitiba

Servidores estariam envolvidos com irregularidade na concessão de alvarás

  • Da Redação
  • Atualizado em às
Secretaria Municipal de Urbanismo, no Alto da Glória, é alvo de operação do Gaeco | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
Secretaria Municipal de Urbanismo, no Alto da Glória, é alvo de operação do Gaeco Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço do Ministério Público do Paraná (MP-PR), deflagrou na manhã desta quinta-feira (1º), em Curitiba, a Operação Al Barã. Os trabalhos fazem parte de uma investigação que liga funcionários da Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU) à concessão de alvarás e licenciamentos mediante pagamento de propina. A investigação refere-se a fatos ocorridos no segundo semestre de 2016.

Equipes do grupo estão nas ruas e cumprem 12 mandados de busca e apreensão em salas da secretaria, no Alto da Glória, e em residências; sete de condução coercitiva, que envolvem principalmente pessoas que buscaram o grupo para facilitar a concessão dos documentos; e também oito de prisão temporária. Os mandados foram cumpridos em Curitiba e Colombo.

De acordo com o Gaeco, um grupo de pessoas ligadas a funcionários já demitidos da secretaria teria recebido vantagens indevidas para facilitar trâmites burocráticos para liberação de alvarás e licenciamentos e para transferência de imóveis. A operação apura, ainda, se tais pessoas efetivamente interferiam nas autorizações ou se apenas solicitavam e recebiam dinheiro a pretexto de auxiliarem nas liberações.

A investigação envolve ex-funcionários, funcionários, intermediários e particulares por crimes de associação criminosa, concussão, corrupção ativa, corrupção passiva e tráfico de influência.

Um dos conduzidos coercitivamente é Reginaldo Cordeiro, que acumulava, durante a gestão Gustavo Fruet (PDT), o cargo de secretário de Urbanismo e secretário municipal da Copa do Mundo em Curitiba. No entanto, ele não é considerado um suspeito, de acordo com o MP-PR.

O atual secretário de Urbanismo, Marcelo Ferraz Cesar, e a procuradora-geral do município, Vanessa Volpi Bellegard Palacios, acompanharam a operação. A assessoria de comunicação da prefeitura informa que a atual gestão da Secretaria de Urbanismo vai dar apoio à investigação do Gaeco.

Mais detalhes serão repassados em uma coletiva de imprensa marcada para esta manhã.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Curitiba

  1. Moradores de municípios do Paraná que tiverem sob risco de tempestade serão alertados por SMS | Daniel Castellano/Gazeta do Povo

    via sms

    Vem tempestade? Serviço grátis manda alerta pelo celular

  2.  |

    compras

    Região Metropolitana de Curitiba vai ganhar dois novos shoppings

  3. Pedestres da Praça Rui Barbosa é um  dos principais alvos da gangue do pedal. | Daniel Castellano/Gazeta do Povo

    violência

    Gangue do pedal mira celulares e correntinhas de pedestres nas praças

PUBLICIDADE