Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Tenha cautela

Como negociar um aumento de salário em tempos de crise

Para convencer seu chefe, é preciso trazer argumentos que comprovem o seu bom desempenho e que você conhece a empresa

  • Agência RBS
Muitas vezes, os resultados do diálogo serão promessas e por isso é bom anotar o que foi acordado – o que pode ser feito por e-mail. | Bigstock
Muitas vezes, os resultados do diálogo serão promessas e por isso é bom anotar o que foi acordado – o que pode ser feito por e-mail. Bigstock
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O almejado aumento salarial virou um sonho mais distante com a crise econômica. Empresas com quadros cada vez mais enxutos e congelamentos das promoções mandam um recado: não é um bom momento para pedir reajuste. No entanto, as chances podem ressurgir para quem traça uma estratégia de negociação com o chefe. O primeiro passo para ganhar a boa notícia é fazer uma análise de si mesmo, da empresa e do mercado.

“É importante ver como a companhia está remunerando os outros funcionários que exercem funções semelhantes e também ter referências no mercado, para saber como está seu salário em relação à média”, sugere Fabio Souza, sócio da consultoria de Recursos Humanos De Bernt.

LEIA TAMBÉM: 15 sinais de que você é mal remunerado pelo seu trabalho

Também cabe a análise do contexto, explica Fábio: saber como está a situação financeira da companhia. Ter ciência disso até pode servir como argumento.

“Um colaborador que esteja há mais tempo na empresa mesmo com os efeitos da crise, ou que tenha assumido o trabalho de colegas demitidos, pode utilizar essas informações a seu favor para conseguir o reajuste”, afirma Souza.

Cuidado com as ameaças

Na conversa com o chefe, é fundamental ter em mente que a conquista deve estar ligada aos resultados obtidos, explica o diretor executivo da Bazz Estratégia em RH, Celso Bazzola. Ou seja, mostrar ao gestor os resultados conquistados para a empresa e o bom desempenho nos últimos anos. E, na negociação, não deve ser descartada a possibilidade de se oferecer para receber mais trabalho.

LEIA MAIS: Como conseguir aquela merecida promoção no trabalho

“No pedido pelo aumento, deve ser criado um ambiente no qual se estabelece a política do ganha-ganha”, explica Bazzola.

Há de se procurar o tempo correto para marcar a conversa: ela deve ser realizada em momentos oportunos, com locais adequados e de preferência de maneira amigável, sem tom de agressividade ou ameaça.

LEIA MAIS: O funcionário dos sonhos das empresas é aquele que “se vira”

Muitas vezes, os resultados do diálogo serão promessas e por isso é bom anotar o que foi acordado – o que pode ser feito por e-mail –, com o detalhamento do proposto, pois será um documento assegurando o acordo da negociação nas reuniões seguintes.

Também há se estar aberto para uma contraproposta da chefia: para algumas empresas, é mais vantajoso oferecer benefícios como reajuste do vale-alimentação, melhorar o bônus por resultado ou dar bolsas para cursos do que conceder um aumento salarial.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE