Economia

Fechar
PUBLICIDADE

varejo

Walmart demite 252 funcionários na região de Curitiba e Londrina

Empresa confirmou o fechamento de 13 unidades da rede de supermercados em todo o estado

  • Atualizado em às
Em Curitiba, região e litoral, oito lojas encerraram as atividades no dia 31 de dezembro de 2015 | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Em Curitiba, região e litoral, oito lojas encerraram as atividades no dia 31 de dezembro de 2015 Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Após reunião de mediação realizada na tarde desta sexta-feira (8) na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Paraná (SRTE-PR), em Curitiba, a rede de supermercados Walmart confirmou o fechamento de 13 lojas no estado e informou que parte dos funcionários aderiu à demissão voluntária.

Em Curitiba, região e litoral, oito lojas encerraram as atividades no dia 31 de dezembro. Foram seis unidades do Mercadorama na capital paranaense e unidades do TodoDia em Paranaguá e em Pinhais. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Mercados de Curitiba e Região (Siemerc), dos 477 trabalhadores da região, 189 foram desligados e 288 foram realocados para as demais unidades.

Em Londrina, a loja do Maxxi Atacado fechou as portas e 63 trabalhadores foram demitidos, enquanto 38 foram transferidos. A rede também confirmou o fechamento de um Mercadorama em Umuarama, e de supermercados BIG em Toledo, Ponta Grossa e Maringá. A empresa não informou o número de demitidos nessas unidades.

Demissões

A homologação do acordo aconteceu nesta sexta em uma reunião com representantes do Walmart, do sindicato e do SRTE-PR. Segundo Jorge Leal, presidente do Siemerc, os funcionários que foram demitidos em Curitiba e região terão todos os direitos trabalhistas assegurados e terão o plano de saúde mantido por seis meses. A assessoria de imprensa do Walmart diz, no entanto, que a manutenção do benefício será analisada caso a caso e não vale para todos os demitidos.

As primeiras rescisões serão feitas na próxima semana, na sede do sindicato. Leal informou, também, que o Walmart contratou uma empresa de RH para ajudar na realocação desses profissionais.

Na reunião, a empresa confirmou que não há perspectiva de novos fechamentos e de novas demissões, apesar de afirmar que as lojas que restaram terão sobras de 10 a 15 funcionários.

O Superintendente SRTE-PR, Márcio Tadeu Vieira Pessati, afirmou não que não houve, à princípio, nenhum desrespeito às normas trabalhistas, pois o Walmart comprometeu-se a pagar o aviso prévio e a fazer o acerto com os demitidos.

Confira as lojas fechadas da rede Walmart no Paraná:

  • Mercadorama Centro Cívico – Rua Mateus Lemes, 1844, Curitiba
  • Mercadorama Seminário – Avenida Nossa Senhora Aparecida, 582, Curitiba
  • Mercadorama Bigorrilho – R. Des. Otávio do Amaral, 576, Curitiba
  • Mercadorama Tarumã – Avenida Victor Ferreira do Amaral, 816, Curitiba
  • Mercadorama Tiradentes – Praça Tiradentes, Centro, 321, Curitiba
  • Mercadorama Novo Mundo - Av. República Argentina, 4917, Curitiba
  • Mercadorama Umuarama - Avenida Londrina, 3464, Umuarama
  • Big Toledo - Avenida Maripá, Vila Brasil, Toledo
  • Big Ponta Grossa - Avenida General Carlos Cavalcanti, 22, Ponta Grossa
  • Big Catuai - Avenida Colombo, 9161, Maringá
  • Maxxi Atacado – Avenida Saul Elkind, Londrina
  • TodoDia Paranaguá - Av. Bento Munhoz da Rocha Neto, Paranaguá
  • TodoDia Pinhais - R. Jacob Macanhan, 687, Pinhais

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais