Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

brasileiro

“Meia” Sidcley marca, Atlético vence e escapa da lanterna

  • Vinicius Cordeiro especial para a Gazeta do Povo
Sidcley atuou como meia na primeira etapa. Aos 3 minutos, decidiu a partida aproveitando um rebote | MARCOS SOUZA/ESTADÃO CONTEÚDO
Sidcley atuou como meia na primeira etapa. Aos 3 minutos, decidiu a partida aproveitando um rebote MARCOS SOUZA/ESTADÃO CONTEÚDO
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

No jogo deste sábado (17) que abriu a oitava rodada do Brasileirão , o Atlético venceu o xará Goianiense por 1 a 0, alcançou a segunda vitória consecutiva e deixou a lanterna da competição. Sidcley, escalado na primeira etapa como meia, precisou de três minutos para dar a vitória ao Furacão.

Com o resultado, o Rubro-Negro paranaense fica provisoriamente na 15ª. colocação, com oito pontos. Já o Dragão entra na ZR, com seis pontos conquistados.

LANCE A LANCE: veja como foi a partida

Na próxima rodada, o Furacão recebe o São Paulo, em partida marcada para às 21h45 da próxima quarta-feira (21), na Arena da Baixada. No mesmo dia, às 21h, o Atlético-GO encara o Palmeiras no Allianz Parque.

O Furacão começou bem, criando grandes oportunidades de marcar. Sidcley aproveitou o rebote do chute de Coutinho para abrir o placar. O time continuou melhor no jogo até os 15 minutos e perdeu, com Nikão e Grafite, boas chances de ampliar.

Porém, a partir dos 15 minutos, só deu Dragão. Os donos da casa pressionaram: acertaram uma bola no travessão de Weverton no chute de Andrigo e perderam uma penalidade. Igor foi derrubado por Nicolas, mas Everaldo, na cobrança, mandou para fora.

O técnico Eduardo Baptista promoveu duas alterações na equipe para o segundo tempo: Nicolas e Grafite saíram para as entradas de Rossetto e Pablo. Porém, as substituições não surtiram efeito e o Furacão continuou se segurando no campo de defesa para explorar o contra-ataque.

Apesar de dominar a partida, os donos da casa passaram a apostar nos chutes de média e longa distância e assustaram menos a meta defendida por Weverton. Na mais perigosa, Walter, que jogou no Atlético, entrou na segunda etapa, soltou uma pancada no ângulo, mas viu o ex-companheiro se esticar e fazer a defesa.

Na chance mais perigosa para o Furacão, Rossetto quase marcou o segundo depois do cruzamento de Nikão. O goleiro do Dragão, ligado no lance, fez a intervenção e segurou o 1 a 0 no placar.

Confira quem foram os destaques da partida:

Craque

Sidcley

A escalação do camisa 8 no meio campo foi a principal novidade do técnico Eduardo Baptista e deu resultado logo aos 3 minutos, quando o jogador abriu o placar. Sidcley, na nova função, foi o grande nome da equipe mais uma vez.

Bonde

Everaldo

Atacante e principal nome do Dragão, Everaldo desperdiçou o pênalti e podia ter empatado a partida na primeira etapa.

Guerreiro

Weverton

Voltando da Seleção Brasileira, o goleiro principal atleticano mostrou qualidade e fez boas intervenções ao longo do jogo

Gol

1º tempo

0 x 1 (03 min) – Coutinho carregou a bola e arriscou forte, de perna esquerda, da fora da área. O goleiro Felipe deu rebote e Sidcley, bem posicionado, mandou para o fundo das redes.

Chave do jogo

Gol de Sidcley

A abertura do marcador deu vantagem e tranquilidade para o Furacão. A equipe ficou bem postada defensivamente e conseguiu segurar o ímpeto dos donos da casa durante o resto da partida.

Cartões

Amarelos: Marcão Silva (Atlético-GO) Grafite, Deivid, Thiago Heleno (Atlético)

Próximos jogos:

Atlético-GO: Palmeiras (fora), Vasco (fora) e Santos (casa)

Atlético: São Paulo (casa), Vitória (casa) e Sport (fora)

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE