Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

story
Enkontra.com
PUBLICIDADE

paranaense

Atlético vence o Londrina na Arena e larga na frente na semifinal

Furacão jogará pelo empate fora de casa para avançar à final do Estadual.

João Pedro marcou o segundo gol do Furacão na Baixada. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
João Pedro marcou o segundo gol do Furacão na Baixada. Jonathan Campos/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O Atlético venceu o Londrina por 2 a 1, na Arena da Baixada, neste domingo (16), e largou em vantagem na semifinal do Estadual. Mas assim como no duelo contra o Flamengo, pela Libertadores, novamente o Furacão alternou dois tempos distintos.

MATA-MATA: Veja os resultados da ida das semifinais do Estadual

A diferença foi que, contra o LEC, além do triunfo, o domínio rubro-negro aconteceu na etapa inicial e a queda de produção na parte final. O inverso do visto na última quarta-feira (12) contra os cariocas no Maracanã, que terminou com revés atleticano.

“Se ficar um gosto amargo na boca de qualquer um mediante a vitória, pode internar porque a pessoa está louca. Nós ganhamos o jogo. Mas realmente no primeiro tempo poderia ter sido um placar mais elástico. Mas gosto amargo depois de uma vitória eu nunca vi”, analisou o auxiliar-técnico Bruno Pivetti.

GALERIA: veja as principais imagens da partida na Arena da Baixada

No primeiro tempo, o Atlético abriu 2 a 0 e poderia ter feito ainda mais se não fossem os gols perdidos. O meia Nikão, que fez uma de suas melhores partidas no ano, abriu o marcador de cabeça, aos 23/1°. João Pedro ampliou, aos 37/1º, batendo na saída do goleiro. O atacante Eduardo da Silva ainda esbarrou na trave antes do intervalo. O grande problema ainda é Grafite, fora de sintonia com o restante da equipe. Ele tem apenas um gol no ano, de pênalti, na sua estreia, em fevereiro, contra o Millonarios, pela Libertadores.

LANCE A LANCE: Veja como foi Atlético x Londrina

A queda do Furacão no segundo tempo começou com a expulsão do técnico Paulo Autuori, por reclamação, ainda no intervalo. Em campo, recuado, o Atlético deixou o Londrina ficar à vontade e viu o atacante Yaya diminuir aos 29/2°.

“Nós não ficamos satisfeitos com o segundo tempo. E contra o Flamengo foi o contrário. Poderíamos ter saído com a vantagem maior que seria importante. Mas agora é trabalhar e buscar essa classificação lá. Esse título paranaense é muito importante para nós”, afirma João Pedro.

A vantagem atleticana é a mesma obtida nas quartas de final, contra o Paraná. O Furacão joga pelo empate, fora de casa, no Estádio do Café. Qualquer vitória por um gol de diferença do Londrina leva a decisão para os pênaltis.

Confira quem foram os destaques da partida:

Craque

Nikão

O meia fez uma das suas melhores partidas do ano. Armou, marcou forte, finalizou diversas vezes e ainda anotou mais um gol importante na temporada.

Bonde

Brandão

O atacante do Tubarão sofreu com a inoperância do setor ofensivo do LEC e praticamente foi um espectador da partida.

Guerreiro

Cascardo

O lateral-direito do Rubro-Negro teve a missão de substituir Jonathan, lesionado, ainda no primeiro tempo. O jogador entrou bem, participando de um gol e criando diversas chances.

Gols

1º tempo

1 x0 (13 min) – Nicolas cruza pela esquerda, Nikão se antecipa ao zagueiro e entra desviando de cabeça, sem chances para o goleiro Cesar.

2 x 0 (37 min)João Pedro recebe grande passe de Cascardo pela direita e toca por cima, na saída de Cesar.

2º tempo

2 x 1 (30 min) – Ayrton cruza pela esquerda e Yaya entra chutando na segunda trave, de primeira, indefensável.

Chave do jogo

Ótimo primeiro tempo

O Atlético passou a semana diminuindo a importância do Estadual e reclamando dos desdobramentos do tapetão. Contudo, quando a bola rolou, parecia o Londrina a equipe desinteressada na competição. O Furacão entrou numa frequência acima do visitante e atropelou o Tubarão no primeiro tempo, abrindo vantagem de 2 a 0. No segundo tempo, o Furacão diminuiu a intensidade e a equipe do interior equilibrou o jogo, quase empatando no final.

Cartões

Amarelos: Eduardo da Silva, Grafite e Deivid (Atlético); Igor Bosel e Yaya (Londrina)

Próximos jogos:

Atlético: Londrina (jogo de volta da semifinal, em 23/4, no Estádio do Café); Flamengo (Libertadores, em 26/4, na Arena)

Londrina: Atlético (jogo de volta da semifinal, no Estádio do Café)

Atlético x Londrina

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE