Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

França

Hollande pede que Mursi não interrompa transição democrática no Egito

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O presidente da França, François Hollande, parabenizou neste domingo (24) o islamita Mohammed Mursi por sua vitória nas eleições presidenciais egípcias e ressaltou a importância da transição no país, iniciada em 2011, prosseguir tendo como objetivo estabelecer um sistema político "democrático e pluralista".

"A França cumprimenta a população egípcia, que participou do processo eleitoral com calma e determinação, refletindo mais uma vez seu desejo de escolher livre e democraticamente seus representantes e dirigentes", disse o chefe do Estado em comunicado divulgado pelo Palácio do Eliseu.

Mursi é o primeiro presidente do Egito após a queda, em fevereiro de 2011, de Hosni Mubarak. Segundo a nota, o objetivo da transição é estabelecer no Egito "um sistema político democrático e pluralista e um estado de direito que garanta as liberdades civis e políticas de todos os cidadãos".

O presidente francês ressaltou além disso que seu país apoiará o Egito para que o país supere suas dificuldades econômicas.

Hollande lembrou que este é um objetivo discutido na cúpula do G8, realizada em maio em Camp David, nos EUA, na qual a França ressaltou seu apoio às transições democráticas no mundo árabe.

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Mundo

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais